terça-feira, 7 de julho de 2015

 Camila Queiroz:
"Quero casar e ter filhos até os 25 anos"
Filha de um marceneiro e de uma manicure, nascida em Ribeirão Preto, a ex-modelo, grande estreia na televisão, na pele da protagonista Angel de 'Verdades Secretas', lembra das dificuldades que passou no início da carreira, fala das cenas de sexo com Rodrigo Lombardi e faz planos com o namorado, Lucas Cattani

Por Giulianna Campos
Na adolescência, uma menina linda, de cabelos longos, é descoberta no interior de São Paulo e se muda para a capital, para realizar o grande sonho de ser modelo. 
Essa é a história da personagem Angel, da novela das 11, Verdades Secretas, da TV Globo, e também de sua intérprete, Camila Queiroz, de 22 anos.
 “Larguei as bonecas pelo mundo da moda”, conta a jovem, que deixou sua cidade natal, Ribeirão Preto, ao vencer um concurso da Ford Models, aos 14.
 Durante oito anos, Camila trabalhou em 15 países. Em 2014, quando morava em Nova York, ela foi chamada para fazer o teste para a nova trama de Walcyr Carrasco. 
O folhetim mostra os bastidores do mundo fashion e fala de assuntos polêmicos desse universo, como o book rosa”, espécie de catálogo de modelos que aceitam fazer programa. “Fiquei muito assustada. Pensei: 
‘Nunca fiz nada e já vou chegar como protagonista que se prostitui?’. É forte, é muita responsabilidade. Achei que não fosse dar conta”, lembra.
Durante o bate-papo exclusivo com QUEM, sua primeira entrevista, realizada na sede da agência Ford, na Vila Olímpia, em São Paulo, a atriz relembra o início da carreira, explica como são feitas as tão comentadas cenas de sexo com o ator Rodrigo Lombardi (Alex) e conta que seu maior sonho é casar e ter filhos até os 25 anos.
Concurso
“Aos 14 anos, minha mãe me inscreveu num concurso da Ford Models porque eu brincava de fazer teatro e desfiles de moda. Ganhei a etapa de Ribeirão Preto, depois a de Rio Preto e, quando vi, estava em São Paulo. Ficava dividida entre Ribeirão e São Paulo por causa da escola. No terceiro ano do ensino médio, me mudei, sozinha, para a capital.”
Trauma no Japão
“Com 16 anos, fui morar no Japão, mas só fiquei um mês por lá por causa do terremoto (que aconteceu no país). Foi um trauma! Fiquei cinco dias sem comer, beber água, tomar banho e dormir. Perdi 5 quilos. Voltei para o Brasil e não queria mais ser modelo. Acordava chorando, sentindo a terra tremer. Fiz até tratamento psicológico para superar o medo.”
Teste para a novela
“Queria muito estudar para ser atriz, mas em algumas vezes nas quais tive a oportunidade de fazer testes para novelas, acabei optando por viajar como modelo, pois precisava juntar dinheiro, me estabilizar... Aí, estava morando em Nova York, e apareceu esse teste para a personagem Angel. Não aceitei o convite de primeira, eles tiveram que insistir. Fiquei muito assustada. Pensei: ‘Nunca fiz nada e já vou chegar como protagonista que se prostitui?’. É forte, é muita responsabilidade. Achei que não fosse dar conta. Cada cena é um desafio para mim. O fator decisivo para eu aceitar foi a vontade de querer descobrir coisas novas, de saber o que mais eu poderia fazer.”

Colegas de elenco
“Quando encontrei a Marieta (Severo) na leitura (de texto), eu tremia tanto! Vi que ela estava subindo a escada e fugi para o banheiro. O Gianecchini eu não conseguia nem cumprimentar. O Rodrigo (Lombardi) eu passei mal antes de conhecer, não conseguia entrar na mesma sala que ele.”
Apoio do pai
“Falei para o meu pai: ‘Vou fazer uma novela!’. Aí, ele disse: ‘Contanto que não tenha cenas de sexo...’. Então, expliquei para ele a história da personagem, os motivos que a levavam a fazer programa, disse que não seria nada vulgar. Ele acabou entendendo de uma maneira que nem eu esperava: ‘Se você vai fazer, que faça o seu melhor!’. Hoje, ele assiste às cenas e me apoia muito.”

Início das gravações
“Acho que eu estava mais calma do que a equipe toda. Porque imagino a dificuldade deles em confiar uma novela a uma menina que nunca atuou! Mas foi ótimo. Descobri que decorar texto é a coisa mais fácil nisso tudo. O difícil é decorar as marcações, porque fazemos um balé pelo cenário. Ao mesmo tempo, você tem que dar emoção ao texto. Mas a Drica Moraes, a Marieta Severo e o Rodrigo Lombardi estão sendo muito generosos comigo. Eles sempre me dão dicas e sou muito grata a eles.”
Cenas de sexo
“A primeira cena foi difícil, mas ao mesmo tempo engraçada. Quando entrei, estavam o Mauro Mendonça Filho (diretor) e o Rodrigo (Lombardi). Aí, eu falei para o Mauro: ‘Tentei passar mal, ter dor de cabeça... Mas já que estou aqui, vamos lá’. Cada pedacinho de cena tem um corte. Você tem que esperar montar a luz, encher a banheira. Daí, faz meu take, o dele, depois muda a luz de novo. Essa espera é engraçada. As pessoas veem na TV e acham que a gente está ali no clima. Mas não é. Não tem aquela emoção. O Rodrigo tirava sarro da situação o tempo todo. A gente ria para não chorar! Os dois estavam de tapa-sexo, encapados, aquela coisa linda. Não dá tanta vergonha porque não fica todo mundo no set. Sempre que dá o corte, vem a camareira e veste a gente. O Rodrigo era o primeiro a me vestir. Ele foi me dando esse suporte para eu me sentir mais tranquila.”
Dificuldades
“A Angel teve mais vantagens do que eu. Ela saiu de casa acompanhada pela mãe e foi morar na casa da avó. Já eu morei num apartamento de dois quartos com 12 meninas. Meus pais não podiam abandonar tudo para me acompanhar. Passei muito perrengue. Eu tinha 40 reais para passar duas semanas. Almoçava bolacha água e sal e jantava macarrão instantâneo. No começo, fazia vários trabalhos de graça. Me mandaram emagrecer, perder bochecha, braço. É um pouco chocante escutar isso. Mas era meu sonho.”
Book rosa e drogas
“A gente ouve falar de tudo, mas como sempre trabalhei com uma agência séria, não passei por isso e nunca conheci alguém que tenha passado. O mundo da moda oferece as coisas com muita facilidade: balada, bebida, drogas, viagens. Esse negócio de droga, muita gente usa. Eu nunca usei. Nunca senti a necessidade de experimentar nada disso.”

Namoro sério
“Namoro o modelo Lucas (Cattani) há dois anos e dois meses. Ele entende minha profissão e é um anjo, me apoia desde o começo, desde o teste. Sempre jogamos aberto. Estávamos nos preparando para isso (as cenas de sexo), porque sabíamos que não ia ser uma coisa fácil, nem para eu fazer, nem para ele assistir. E há pessoas maldosas que vão atrás e falam asneiras para ele. Mas ainda bem que ele tem cabeça boa e está preparado. Ele assiste à novela, quer ver a namorada trabalhando. Há dias em que pergunta: ‘Hoje tem (cenas de sexo)?’. Também já estou preparada para escutar invenções de que estou pegando o Lombardi. Mas confiamos muito um no outro.”
Ciúmes
“Conheci o Lucas em um desfile em Fortaleza e depois de duas semanas começamos a namorar em Milão. Estamos nos vendo durante as folgas. Aí, eu venho para São Paulo ou ele vai passar o fim de semana comigo no Rio. A gente vive dando um jeitinho. Nos falamos pelo celular o tempo todo. Ele é muito assediado, ainda mais agora (com a novela). O Lucas é um gato, tem 1,90 metro de altura. Já fui muito mais ciumenta, mas agora vivo um momento em que estou podendo amadurecer isso também. Se o Lucas está sendo tão legal comigo, preciso mudar minha cabeça e entendê-lo também. Não preciso ter o ciúmes que eu tinha. Mas é que mulher gosta de homem comprometido, né? Eu estou achando engraçado o jeito que as meninas o assediam. Elas chamam de gostoso, falam que querem ficar com ele. É legal a gente escutar isso e se sentir desejado.”
Casamento e filhos
“Lucas e eu somos muito cabeça aberta e ao mesmo tempo, dois idosos. Pensamos como adultos. Nunca vi problema em pessoas novas se casarem ou serem pais. O importante é ser feliz e ter certeza daquilo que se está fazendo. Quero casar e ter filhos até os 25 anos, no máximo. Eu brinquei com boneca até os 14, fazia chá de bebê para elas, aniversário, batizado... Sempre tive esse instinto maternal. Acordava às 4h da manhã para cuidar da minha ‘filha’ porque ela estava doente. Subornava os meninos da rua com pipas para eles ‘batizarem’ as bonecas. O Lucas entende e gosta dessa ideia. Acho que me casaria na praia, no campo. A gente ama a natureza. Mas tenho que ser pedida em casamento primeiro (risos).”

Boa forma
“Não malho e como brigadeiro quase todos os dias no Projac. Muda meu humor, me dá energia. Eu sou a mais magrela da família. Deveria ser mais vaidosa, mas sempre fui muito moleque. Na infância, meu pai não me deixava usar saia porque eu não sabia sentar. Não faço nada no cabelo. Às vezes, quando lembro, hidrato em casa. Quanto ao rosto eu só me preocupo em tirar a maquiagem, e não uso quando não preciso.”

FONTE/QUEM
A dedicação de Leonardo
 Medeiros com a herdeira:
 "Clara mudou minha vida!"
Ator mostra realização com a paternidade ao lado da herdeira, Clara

Dedicado às artes cênicas e à profissão como poucos, inclusive nos momentos de lazer, o ator Leonardo Medeiros (50), no ar como o oceanógrafo Lauro da novela global Sete Vidas, que termina dia 10, exerce a paternidade com a mesma intensidade e AMOR. 
Ele, que já tem Antonio (19), da relação com a produtora Luciana Mello (45), se reinventou com o nascimento da caçula, Clara (5), com a atriz Rennata Airoldi (38).
 “Clara mudou minha vida! Temos um afeto tão grande um pelo outro, ela é bem agarrada comigo. Já o Antonio, é independente, tem a vida dele... 
Digo que ter filhos dá uma situada na vida e lhe transforma em alguém melhor”, falou ele, em fim de semana de diversão com a herdeira na Ilha de CARAS, no Rio. 
“Ela é uma criança muito ativa, cheia de energia, mas muito obediente e dócil. Vejo alguma coisa artística nela, pois Clara canta muito bem, tem uma voz muito bonita. 
É uma carreira difícil, mas quem sabe ela não segue os passos dos pais?”, refletiu ele. 
Com sólida carreira nos palcos e também na TV — esta é sua sétima novela, além de ter atuado em seriados como A Muralha, de 2000, Amazônia – de Galvez a Chico Mendes, em 2007, e Força-Tarefa, em 2009 —, ele afirma que se sente como um soldado à disposição da profissão. 
“A TV traz visibilidade, torna conhecido. Minha carreira sempre foi estável, nunca teve altos e baixos, e acredito que esta novela foi importante, pois resgatou para mim e para o público o folhetim clássico e a simplicidade, das histórias de amor e da ausência de violência”, pontuou. 
Solteiro após os dois longos casamentos, Leonardo vive na ficção o drama de ter sido traído pela mulher, Isabel, interpretada por Mariana Lima (42). Segundo ele, as relações amorosas, salvo algumas exceções, têm “prazo de validade”. 
“Minha experiência diz que relações se esgotam. Hoje em dia é mais bem aceito o fato de você se separar, algo em que a geração dos meus pais nem pensava. Acho complicado insistir em uma relação falida, as pessoas mantêm casamentos infelizes. 
Claro que não dá para generalizar, mas, para mim, a separação é algo inevitável quando as coisas estão ruins”, explica ele, afirmando que as experiências e o repertório da vi da real ajudam na composição de personagens.

 Com o fim da trama e das gravações, no Rio,  o ator volta a  SP, onde vive, e, além de retomar as atividades cotidianas como ler e ver filmes, se dedica ao seu projeto pessoal mais ambicioso, o da companhia Teatro da Rotina, mantida por ele e oito atores. 
“Esse é o projeto mais importante da minha vida e que me realiza como artista. 
A primeira peça, dirigida por mim, As Palavras da Chuva, está em cartaz há sete meses. O próximo projeto é o espetáculo Desassosego, que estreia em novembro”, declarou.
FONTE/CARAS
6 paixões de Ana Hickmann
A vida de Ana Hickmann daria uma bela história de amor. Ela é movida pela paixão – para alcançar o sucesso profissional, ser mãe ou mesmo reconquistar o corpão de antes da gravidez. A intensidade dela é contagiante! Quer ver?

Por  Karina Hollo 
Nesse corpão, agora habitam a Ana mulher, a profissional e a mãe. ''Estou muito feliz com a maternidade. 
Na minha bolsa, tem chupeta e lenço umedecido. Acho brinquedos no bolso da calça, chego à TV cantando Galinha Pintadinha, não fico mais no trabalho até às 11 da noite, não malho mais duas ou três horas, quatro vezes por semana, e às vezes exercito a perna brincando de cavalinho ou fortaleço os braços fazendo aviãozinho. 
Alexandre tem 12 quilos!'', conta Ana, toda coruja, olhando para o pequeno, de 1 ano e 3 meses, correndo pelo estúdio. 
Ela lembra que, depois de ter ganhado 30 quilos na gravidez, o quadril foi o primeiro a voltar à medida anterior. 
''Os braços também vieram logo. O que demorou foram as coxas!''A batalha foi grande, mas em sete meses ela já pesava 69 quilos de novo e, em um ano, vestia a mesma calça jeans. Como chegou lá? Vem descobrir.
AMOR À MALHAÇÃO
Quarenta dias após o parto, Ana foi liberada para começar a caminhar. ‘’Malhar e correr, só depois de parar de amamentar.’’ E, para ter pique para caprichar no treino, nada de camiseta velha. ‘’Roupinhas bacanas são um incentivo e tanto’’, comenta ela, provando a produção para a capa. Para queimar os excessos e secar, as caminhadas começaram com 30 minutos e foram aumentando de intensidade (sempre a 70% da FC Máx.). Depois, vieram trotes leves + corrida intercalada com caminhada (10 minutos de corrida + 5 minutos de caminhada). ‘’O tempo de corrida pode ir aumentando conforme o condicionamento físico’’, fala Natália Eidt, personal trainer de Ana. 

AMOR AO CORPO
Mesmo antes de ter sua própria linha de biquínis, Ana já tinha posado para a edição sul-africana da badalada revista Sports Illustrated Swimsuit, desfilado para a Victoria’s Secret e ganho o título de modelo com as mais longas pernas – 1,20 metro! Nada disso importou quando ela resolveu ser mãe. Antes mesmo de engravidar (Ana optou por fazer tratamento de fertilização), ela ganhou 14 quilos em função dos hormônios que tomou. Somados aos 16 ganhos durante a gestação, foram 30! ‘’Decidi que não ia me policiar nesse momento tão especial e que tudo voltaria ao normal, ao seu tempo.’’ Logo que saiu da maternidade, perdeu 8 quilos. Ainda assim, não foi nada fácil ouvir os comentários pelos corredores quando precisou voltar ao trabalho, 45 dias depois de dar à luz. ‘’Confesso que fiquei magoada com as cobranças.’’ Mas, profissional que sempre foi, Ana correu atrás e, três meses depois, quando fotografou para sua coleção de biquíni, estava novamente próxima da perfeição. ‘’Quando fui para casa, voltei a fazer drenagem e comecei uma dieta para priorizar a amamentação e a recuperação das minhas medidas.’’

AMOR AOS TRATAMENTOS ESTÉTICOS
Ana Hickmann teve a ajuda de alguns tratamentos poderosos para voltar à forma. ‘’Lembro que, quando me olhava no espelho, de costas, e via aquele monte de furinhos, tinha arrepios.’’ Para atacar a celulite, recorreu à endermoterapia ultrassônica. ‘’A técnica é ótima para a região dos glúteos, laterais de coxa e culote’’, fala Gisela Haddad, esteticista diretora da clínica Gisela Haddad, em São Paulo. Mais duas sessões de criolipólise a ajudaram a diminuir as medidas de flancos e abdômen. Associada à radiofrequência tripolar, a estratégia era diminuir a flacidez e estimular a produção de colágeno. Massagens nas pernas e nos braços e cavitação para diminuir medidas também faziam parte do circuito. ‘’Ana vinha aqui duas vezes por semana e associávamos um ou dois aparelhos à massagem (ora drenagem, ora modeladora). Fizemos esse trabalho focado porque ela iria fotografar de biquíni em pouco tempo!’’, conta a esteticista.
AMOR DE MÃE
Não era segredo para ninguém que Ana queria ser mãe. Mas, casada desde 1998 com Alexandre Correa, ela, como muitas mulheres que amam sua carreira, esperava o momento certo. ‘’Quando o Ale disse que era a hora de termos um filho, não quis perder a oportunidade. Sou muito ansiosa!’’ Para ter certeza de que daria certo, recorreu à fertilização in vitro, atendida pelo doutor Lister Salgueiro, que tinha ido ao Programa da Tarde, apresentado por ela na TV Record. ‘’Curti muito a gravidez, a barriga, o peito. Amava quando ele se mexia.’’ Ana conta que usou tubos e tubos de creme para ficar bem longe das estrias. E depois que o pequeno Alexandre nasceu, em março do ano passado, ela só pensava em beber bastante líquido e não se estressar. ‘’Já tivemos momentos de sair a dois depois que ele nasceu, mas meu marido também é muito apegado. Fim de semana sozinhos, rolou um só, no Carnaval.’’

AMOR AO TRABALHO
‘’Foi difícil sair de casa para trabalhar pouco antes de Alexandre fazer 2 meses’’, lembra Ana. Mas ela conta que teve com quem contar – a babá, o marido, os avós. ‘’Essa estrutura me deixou mais tranquila. Sem falar que tenho a sorte de poder levá-lo comigo, inclusive em certas viagens (o pequeno vai carimbar pela primeira vez o passaporte agora, para ir à Disney). Mesmo com a correria, crio um roteiro flexível para tê-lo por perto. Aliás, este foi um dos bons conselhos que ouvi durante a gestação: ‘Não mude a sua vida por ele. Molde a rotina dele à sua’. Meu filho não estranha ninguém, brinca e se adapta. Faço o que minha mãe fazia com os quatro filhos. Ele é minha prioridade!’’ Ainda assim, Ana agora tem hora para começar e terminar o expediente. ‘’Não diminuí o ritmo, mas tenho alguém para cuidar! Rendo mais hoje do que quando não era mãe. Meu mundo é mais colorido e tudo funciona melhor.’’

AMOR À BOA COMIDA
Na gestação, Ana ficou louca por alguns alimentos. ‘’Quando tinha desejo por pipoca, se não comesse logo, ficava mal-humorada’’, lembra. Porém, assim que o pequeno nasceu, voltou a ser dedicada e disciplinada. ‘’Pedi que ela diminuísse o consumo de farináceos e lactose, que causam inchaço, e optei por uma dieta anti-inflamatória’’, conta a nutricionista Cris Prado, da clínica Dr. José Bento de Souza, em São Paulo. Ana podia ingerir carboidratos dos legumes, do arroz integral, de biscoitos de farinha de arroz. E cálcio que vinha dos vegetais verde-escuros, dos peixes, do gergelim. Além disso, gorduras boas, como as das castanhas, do azeite e das oleaginosas, estavam no cardápio para garantir a saciedade, e o bom desenvolvimento dos neurônios do bebê. ‘’Amamentar ajuda a secar. Indiquei que ela tomasse bastante líquido. Ana fazia seis refeições diárias. No café da manhã, suco-verde (rico em ferro), de laranja-lima (menos ácido), leite sem lactose, uma fruta, pão integral ou tapioca. No almoço, peixe, frango, carne bovina magra assada, cozida ou grelhada, mais arroz integral e legumes. Nos lanches da manhã e da tarde, tapioca com geleia de frutas sem açúcar, torrada integral e chá ou água de coco. No jantar, caldo de carne com legumes. ‘’Doces foram cortados porque Ana tinha um objetivo. Mas, em situação normal, um pedaço de bolo simples vez ou outra pode’’, fala Cris.

FONTE/CONTIGO
QUIZ
QUEM SOU EU?
PARTE II
 1- Sou apresentadora. Fiquei famosa quando comecei a namorar um dos maiores ídolos do Brasil.
2- Comecei minha carreira na TV como Paquita do extinto programa da década de 80 " Xou da Xuxa".

 3- Meu último trabalho na TV, foi na novela "Gabriela", mais meu personagem de maior sucesso foi na novela "Fina Estampa". Detalhe: Ele vai ganhar um filme...
4-Sou ator.Um dos meus personagens mais marcante foi "Cazuza" no filme "O tempo não para".

 5- Sou uma cantora Baiana de muito sucesso.
6- Atualmente estou na novela "Flor do Carbe" na pele da doce bióloga Natalia.

 7- Meu último trabalho na TV foi na novela "Avenida Brasil" como  a acróbata Débora.
6- Sou atriz. Na novela "Passione" interpretei irmã do Cauã Reymond e do Kayky Britto.

 9- Fui o primeiro namorado da cantora e atriz Preta Gil.Interpretei o pescador Guma da novela "Porto dos Milagres".
10- Atualmente, dou vida ao personagem Èlcio, o capitão do Exército na novela "salve Jorge"

11- Sou filha de um dos cantores mais famoso do Brasil, que faz dupla com meu tio. Durante anos formei uma dupla sertaneja com meu irmão.
 12- Minha personagem mais marcante foi a Bela, na novela "Bela a feia" da Record.

 13- Sou casado com uma atriz que se chama Vanessa, meu último trabalho foi na novela "A Vida da Gente" onde dei vida ao médico Lúcio.
14- Sou humorista. Meu personagem mais famoso é uma "Bandida"

 15- Sou  atriz, casada com um ator famoso. Nós temos 8 cachorros,o mais famoso é o Jhonny que participou esse ano do "Cachorrada Vip" do programa "Domingão do Faustão".
16- Minha primeira novela foi a "Xica da Silva" na extinta TV Manchete.Fui a 1ª atriz afrodescendente a fazer papael de protagonista em novelas da Globo.

 17- Sou cantor e ganhei por 2 anos consecutivos o prêmio Melhores do Ano desse blog em 2010 e 2011. Como melhor cantor.
19- Sou ator baiano.Já fiz várias novelas na Globo.Protagonizei o filme "Faroeste Cabloco"

19- Já fiz várias novelas do Carlos Lombardi onde aparecia 90% do tempo sem camisa.
20- Já fiz várias novelas. Atualmente sou protagonista da novela "Salve Jorge".

segunda-feira, 6 de julho de 2015

Fernanda Pontes e Diogo Boni 
abrem o lar nos Estados Unidos
Há dois anos morando em Orlando, na Flórida, a apresentadora e atriz Fernanda Pontes e o marido, o empresário Diogo Boni, abrem as portas de sua aconchegante casa e mostram a nova rotina da família no exterior

Por Giulianna Campos
Um mês após o início do namoro, em novembro de 2009, Fernanda Pontes e Diogo Boni fizeram sua primeira viagem a dois.
 O casal passou o Réveillon em Orlando, na Flórida. No ano seguinte, eles se casaram em dezembro e, mais uma vez, decidiram viajar para a cidade americana para curtir a lua de mel. 
Em agosto de 2013, a atriz e o empresário carioca, filho do mestre da TV José Bonifácio de Oliveira, mais conhecido como Boni, compraram uma casa na cidade de Windermere, em Orange County, a 15 quilômetros de Orlando.
“Fiquei por cinco anos emendando trabalhos, sem férias. Depois do fim de Flor do Caribe (2013), eu tinha seis meses de intervalo, já que estava escalada para outra novela. 
Resolvemos, então, passar esse tempo aqui, na nossa casa nova, para eu fazer cursos de inglês, jornalismo e entretenimento”, lembra ela..
Entretanto, no meio tempo, Fernanda, que já é mãe de Malu, de 3 anos, descobriu que estava grávida do segundo filho, Matheus, de 1, e optou por ter a criança nos Estados Unidos. 
Com isso, ela foi convidada pela Globo Internacional para apresentar o Planeta Brasil, programa que é exibido em 28 países, há 11 anos, nas noites de sábado. 
“Tem gente que adia o sonho da maternidade por causa do trabalho, mas comigo, sempre foi o contrário. 
Meus filhos me deram grandes oportunidades. Eles trouxeram ainda mais sorte para a minha vida”, explica ela, que se mudou de vez do Rio de Janeiro para Orlando com toda a família. 
Reforma total
Achar a nova casa nos Estados Unidos não foi tarefa fácil. “Em dois dias, visitamos 18 imóveis diferentes.
 Já nem sabia mais onde estava”, brinca a atriz, que acabou escolhendo uma casa de 850 metros quadrados, em um terreno de 2 mil metros quadrados, com cinco quartos, em um luxuoso condomínio fechado, o mesmo onde mora o famoso jogador americano de golfe Tiger Woods. 
“Queria um lugar aconchegante com uma vista bonita. Quando entrei nesta casa fiquei apaixonada, já conseguia ver onde seria o quarto da minha filha, o meu, o de hóspedes...”, afirma a apresentadora, que apesar de ter gostado da residência precisou fazer muitas reformas para o lar ficar do jeito que o casal queria.
“Morei sozinho, durante um mês, num quartinho dentro de casa, enquanto os pedreiros quebravam tudo. De original, só ficaram as paredes.
 Trocamos o piso, fizemos uma nova pintura, construímos um novo quarto, um novo banheiro, reformamos a cozinha toda”, conta Diogo, que ficou responsável também por decorar todos os ambientes.
 “Sempre gostei de decoração. Então, fico na internet procurando algumas peças. Me lembro que escolhi primeiro as mais importantes, como sofá e mesa de centro. 
Eu ia a todas as lojas especializadas, até os vendedores já me conheciam”, brinca ele, que com a mudança passou a trabalhar de casa.

Quarto de brinquedos
Há quatro meses, o casal contratou a personal designer de interiores Karla Strefezzi Vinha para ajudar a escolher e comprar objetos decorativos. 
A arquiteta também é a responsável pelo projeto do novo quarto de brinquedos das crianças. 
“Queria um espaço que desse para os dois, para eles brincarem juntos e aprenderem a dividir as coisas. E a Karla fez tudo de um dia para o outro. 
A cabaninha rosa da Malu foi a única coisa que trouxe do Brasil, porque queria que ela tivesse alguma memória de lá”, conta Fernanda, que já pediu para a profissional criar um pequeno palco no espaço de diversão para a filha, que tem feito aulas de canto e adora se apresentar para a família.
A menina ainda recebe, todas as sextas-feiras depois da escola, algumas amiguinhas em casa para festas na piscina.
 “Aproveitamos muito a área externa, principalmente agora no verão. As crianças amam. Também gostamos muito de chamar os amigos e fazer churrasco”, explica ela, que se adaptou facilmente à vida no exterior, já que no condomínio onde mora há 270 famílias brasileiras.
“A mudança trouxe benefícios para a nossa família. Sempre fomos unidos, mas aqui, somos muito mais. 
Tenho uma pessoa que limpa a casa, e trouxe do Brasil a Jane (babá) para me ajudar com as crianças. 
Também optamos por não ter motorista. Nosso propósito é participar cada vez mais da vida dos nossos filhos”, conta Fernanda, que por causa da correria do dia a dia só consegue dormir cinco horas por noite. 
“Mas pelo menos uma vez por semana preciso ir ao Magic Kingdom (parque temático do Walt Disney World). Aquele lugar me renova. Brinco que ali é meu puxadinho. Sou praticamente uma animadora do parque”, completa. 
FONTE/QUEM
Thiago Martins quer carreira internacional: 
"Sou movido a sonhos"
O ator que vive o atleta Diogo em 'Babilônia', visita a convite de QUEM a exposição 'Retratos Cariocas', no Rio de Janeiro, fala sobre seus planos de se casar e diz que sonha com uma carreira lá fora

Por Carolina Farias
Thiago Martins, com agenda apertada dividida entre gravar a novela Babilônia e fazer shows, adorou o convite de QUEM para relaxar e visitar a casa de shows Imperator, no Méier, Zona Norte do Rio, onde também funciona o Centro Cultural João Nogueira, homenagem ao sambista que nasceu no bairro.
 O ator, que interpreta Diogo na novela das 9, conheceu a exposição audiovisual Retratos Cariocas, que faz parte das comemorações pelos 450 anos da cidade.
 “Com a novela no ar acabo só trabalhando. Por isso achei ótimo vir aqui”, diz Thiago ao passear pela mostra, que reúne depoimentos de pessoas que vivem no Rio e definem o que é ser carioca.
Aos 26 anos, ele encara seu papel de maior destaque em uma novela. 
Diogo é um atleta de saltos ornamentais que trai a namorada e tem um caso com Beatriz, personagem de Gloria Pires. 
Na trama, o casal protagoniza cenas quentes de sexo. “Conheço a Gloria há dez anos, desde que fiz Belíssima (2005).
 Ela teve cuidado comigo na época e hoje eu, já um homem, fazendo par com ela é até engraçado. Sou muito fã dela como atriz e como pessoa”, elogia.
Thiago Martins na exposição 'Retratos Cariocas', no Rio de Janeiro

Cantadas
Para dar vida ao atleta, além de ter de perder o medo de altura para saltar de um trampolim de 10 metros – as manobras vistas em cena são feitas por um dublê, mas a entrada na água é do ator –, Thiago teve de emagrecer, já que aparece em muitas cenas de sunga. 
“Estou comendo melhor. Cheguei na academia com 94 quilos e hoje estou com 81. Tenho muita massa magra agora, antes era gordura. 
Um personal e uma nutricionista me ajudam. Faço uma dieta balanceada, mas sem deixar de comer nada”, conta o ator, que passou a receber tipos diferentes de cantadas por causa da trama. 
“Recebo muitas mensagens de mulheres mais velhas em redes sociais. Do público gay as cantadas aumentaram muito. É a sunga”, diz. “Eu recebo mensagens diárias e respondo”, completa.
Ao contrário de Diogo, Thiago conta que nunca traiu uma parceira, mas já rompeu para evitar a infidelidade. 
“Tive que terminar um namoro porque senti vontade de ficar com outra pessoa. Quando uma relação está gasta, se perdendo, acho mais digno conversar e acabar”, afirma o ator, que há três anos namora a atriz Paloma Bernardi.
Ele conta que a amada não sentiu ciúmes das cenas com Gloria. Do mesmo modo, ela não nutre esse sentimento no dia a dia. 
“Ela é uma grande parceira e de vez em quando brinca que não quer me ver sonhando com a Beatriz”, diz. 
“Paloma mora em São Paulo e eu, no Rio. Mas tento deixá-la presente na minha vida o tempo todo”, explica.
O ator afirma ter vontade de formar uma família com a namorada, mas casamento ainda é cedo para ele. 
“Tenho muita vontade (de casar), já conversamos muito sobre isso. Mas é muito cedo. A gente curte um dia de cada vez. 
Tenho muita coisa para fazer ainda. Estou com 26 anos, consigo esperar mais uns três ou quatro anos”, conta o rapaz, que já sabe quantos filhos pretende ter.
 “Quero uma família linda, com uma menina, um menino e quatro cachorros”, revela.
Entre os planos antes do casamento está passar um tempo fora do País para estudar inglês, já que Thiago sonha com uma carreira internacional no cinema, como a de Rodrigo Santoro, em quem se inspira para alcançar a meta.
 “Tenho um projeto para estudar inglês. Quero me preparar para fazer cinema lá fora”, declara o ator, que deve concretizar o plano em 2016. “Sou movido a sonhos”, revela.

FONTE/QUEM
Rainha de bateria fala de estreia na TV 
e cenas quentes com Cauã Reymond:
 'Gentileza em pessoa'
Por Rafaela Santos
Camila Silva, rainha de bateria da Vai-vai, interpretará Pau-Mulato em "Dois irmãos", série baseada no livro de Milton Hatoum ainda sem data de estreia na Globo. 
Na história, a personagem conquistará o coração de Omar, um dos personagens de Cauã Reymond.
Em seu primeiro trabalho na TV, Camila diz que um olheiro da emissora assistiu a um vídeo dela no YouTube e entrou em contato:
- Fiz alguns teste até a decisão final deles. Depois disso, participei por um mês de um laboratório com o diretor (Luiz Fernando Carvalho) e toda a equipe - conta ela, que já terminou de gravar a sua participação na atração.
Camila diz que se sente privilegiada por estrear na TV no projeto e por contracenar com Cauã.
- Foi ótimo, não só por fazer par com um homem cobiçado, mas pelo profissional que ele é. O diretor também é excelente, um dos melhores. Só posso dizer que comecei bem.
A rainha de bateria interpreterá uma mulher sensual e terá sequências quentes com Cauã.
- Até me adaptar, fiquei tímida, mas o Cauã é a gentileza em pessoa. Ele me deu várias dicas  técnicas e me tranquilizou. Aí, fluiu naturalmente. A equipe me deixou super à vontade.

FONTE/OGLOBO

domingo, 5 de julho de 2015

Aos 40 anos, Patrícia de Sabrit, ex de Fábio Jr., mantém corpinho de 20 e quer voltar à TV
Patricia de Sabrit está em uma fase saudosista.
Patrícia de Sabrit está  em uma fase saudosista e reflexiva. Aos 40 anos, ela mantém a carinha e o corpinho de 20, e sente falta de atuar na televisão.
 “Quando vejo cenas minhas, me dá um comichão. Penso: ‘Por que não estou mais fazendo isso se gosto tanto?’”, diz ela, que foi protagonista de “Olho no olho” e fez “Malhação”, em 1995. 
Patrícia morou fora por alguns anos. Primeiro em Miami, nos Estados Unidos, para cursar Cinema, e depois na Bélgica, onde casou e foi mãe. 
“Não era muito de fazer planos e a vida foi tratando de me colocar nos lugares. Mas há quatro anos quis voltar ao Brasil e trabalhar”, justificou ela, que se separou e hoje namora o diretor de uma montadora de automóveis. 

FONTE/OSUL
Thiago Martins se derrete por Paloma Bernardi: 
“Ela só acrescenta em minha vida”
O ator afirmou viver em plenitude ao lado da namorada.
Thiago Martins, o Diogo de “Babilônia”, da TV Globo, não poupou elogios ao falar de Paloma Bernardi. 
O ator afirmou viver em plenitude ao lado da namorada. Eles estão juntos há cerca de três anos. “Confesso que estou feliz ao extremo. 
Tanto na minha relação afetiva e na vida pessoal de maneira geral quanto na profissão”, contou. 
Martins também garantiu ser homem de uma mulher só. 
E se derreteu todo por Paloma: “É uma relação de parceria e muito AMOR! 
Paloma só acrescenta em minha vida, é uma mulher parceira, divertida, madura e de uma família incrível. Sem contar que é uma gata”.

FONTE/OSUL
 Fátima Bernardes:
“Não acredito em alma gêmea”
Fátima Bernardes é casada com  William Bonner, com quem tem os trigêmeos Beatriz, Laura e Vinícius. 
Comemorando 25 anos de casada com o apresentador  William Bonner,  Fátima Bernardes  é capa da nova edição da revista “Quem”.
 Na entrevista, ela garantiu que o sucesso da união com Bonner não tem fórmula. “Não acredito em alma gêmea.
Existem admiração e respeito crescentes. A gente tem prazer em estar juntos, uma alegria pelo que estamos construindo”, disse a jornalista. 
“O encontro da minha vida foi com o William. Daí vieram as crianças [os trigêmeos Beatriz, Laura e Vinícius]. É, realmente, o mais marcante”, concluiu.

FONTE/OSUL
Latino sobre suposta traição de Rayanne Morais: 
“Estou sem chão. Pergunta para ela”
O cantor  teria flagrado  traição da modelo  com  ex-jogador de futebol.

A “crise” no casamento de Latino e Rayanne Morais é muito maior do que se imagina. 
Ou melhor, já significa para alguns amigos próximos o fim do casamento de um ano e três meses. 
Há 15 dias, ele teria flagrado uma traição de Rayanne com um ex-jogador de futebol. 
Ela  teria simulado um sequestro relâmpago de duas horas, mas Latino teria descoberto tudo. Desde então, eles estariam separados. 
Questionado sobre o caso, o cantor se limitou  a responder três rápidas frases: “Estou sem chão. Desculpa! 
Pergunta para ela.” Já Rayanne reafirmou, por meio de mensagens de texto para o colunista Leo Dias que “não é o tipo de mulher que casa para se separar”: 
“O meu casamento foi feito sob a bênção de Deus e é Ele que rege a minha vida”.  Sobre a declaração de Latino, que disse “estar sem chão”, Rayanne explicou: 
“Por que ele disse isso? Porque homem é fraco, mas eu sou forte, muito mais forte do que ele imagina. Agora eu vou com essa história até o final”.

FONTE/OSUL
Anna Rita Cerqueira concilia estudos com ensaios de peça
Por Florença Mazza
A rotina de Anna Rita Cerqueira, atriz que interpretou a Flaviana na temporada  2014 de "Malhação", não anda nada mole. 
Cursando o último ano do ensino médio - ela fará Enem em breve e quer cursar faculdade de moda -, ela tem conciliado os estudos com uma maratona de ensaios para estrear, no próximo dia 4, no Teatro Ipanema no Rio, a peça "Cinderela". 
Com texto de José Wilker, a montagem será dirigida por Luisa Thiré e reunirá no palco dois colegas de elenco de Anna na novela, Vitor Thiré (em 2014) e Bernardo Mesquita (quando fez a temporada de 2010).
- Todo dia é a mesma coisa: eu saio voando do colégio direto para os ensaios, que começaram há dois meses.
Vou dançar valsa no palco e tive que aprender a cantar - enumera. - Com tanta coisa, não estou nem conseguindo malhar - diz Anna Rita, que completou 17 anos no último dia 20.
A atriz admite que é supervaidosa: gosta de se sentir bem quando se olha no espelho e se preocupa "em estar sempre definida, com o abdômen seco".
- Sou magrinha por natureza, mas percebo que quando como um pouco mais fico inchada. Eu não me privo de tudo, mas pondero antes de comer - explica.
Quando sobra um tempo livre, é para a praia que Anna Rita corre. Ela explica: uma de suas paixões é o stand-up paddle, que começou a praticar por hobby e hoje é uma das atividades que pratica para manter a forma:
- A perna fica superdefinida, você sente na hora - conta Anna, que fez aulas de tecido acrobático por muitos anos também. 
- O problema mesmo é a falta de tempo. Outro dia, só consegui fazer porque tivemos um problema e o ensaio foi cancelado de última hora.
O dia a dia agitado também dificulta que uma relação engate: Anna Rita diz que não dá tempo para namorar ninguém, mas está tranquila em relação a isso:
- Eu tenho um lado romântico, assim como Cinderela, mas não sou tão doce como a minha personagem. 
Agora, quando não estou trabalhando nem estudando, quero encontrar meus amigos. Estou feliz comigo mesma.


FONTE/OGLOBO