domingo, 9 de agosto de 2015

Com personagem em 'Malhação', Marcos Frota quer agradar Davi, seu filho caçula 
Por Maisa Capobiango
Após um jejum de dez anos — brevemente interrompido por uma participação em “Ti-ti-ti” (2010) —, Marcos Frota voltará às novelas no próximo dia 17, quando estreia “Malhação: Seu lugar no mundo”. 
Na história de Emanuel Jacobina com direção de Leonardo Nogueira ele será Menelau, diretor da Escola Leal Brazil, cuja qualidade será reconhecida nacionalmente. 
O personagem manterá a ordem entre os alunos sem perder o bom humor.
— O Colégio Pedro II serviu de inspiração para o autor. Será uma escola pública, mas de alta qualidade. E, claro, com todos os conflitos que existem em qualquer lugar cheio de adolescentes.
A última novela que Marcos fez do início ao fim foi “América”, de Gloria Perez, exibida em 2005. 
Na época, interpretou Jatobá, um deficiente visual que ficou quase tão marcado na memória do público quanto o Tonho da Lua, escultor de “Mulheres de areia” (1993).
O que manteve o ator tanto tempo longe da TV foi sua paixão pelo circo com o qual roda o país em apresentações. 
Além, claro, da fundação que atende a 800 crianças no Rio, o Instituto Unicirco. 
Mas Marcos afirma que, com uma equipe preparada que não precisa de sua presença em tempo integral, quer agora se dedicar 100% à carreira de ator.
— Estou prestes a completar 60 anos e tenho maturidade suficiente para saber que quero envelhecer no palco — declara.
Na convivência diária com o elenco jovem, durante a preparação e as gravações, Marcos ficou impressionado como se deu bem de imediato com os atores mais novos. 
E também com a resposta do público, mesmo antes de a novela estrear.
— Desde que meu nome foi confirmado, comecei a sentir a garotada prestando mais atenção em mim. 
Quatro gerações acompanharam minha trajetória. E percebo que hoje “Malhação” é assistida por todas elas.
Pai de Amaralina (34 anos), Apoena (32) e Tainã (23), de seu primeiro casamento; e de Davi (16), da união com Carolina Dieckmann —, o ator diz que tem pensado no caçula na hora de gravar.
— Se eu conseguir prendê-lo na frente da TV, estarei feliz — conclui

FONTE/OGLOBO

Nenhum comentário:

Postar um comentário