quinta-feira, 27 de agosto de 2015

Ticiana Villas Boas:
"Fase de doces descobertas"
À frente do reality show 'Bake Off Brasil – Mão na Massa', exibido pelo SBT, a apresentadora comemora a nova fase na carreira. Para marcar a etapa, QUEM convidou a apresentadora para um passeio em uma pâtisserie da Vila Madalena, em São Paulo

Por Bruno Segadilha 
Como conseguir uma boa massa de profiterole? Ticiana Villas Boas responde. “Você pode fazê-la com água para que fique crocante. 
Mas, se quiser mais macia, use leite”, diz, com conhecimento de causa. À frente do reality show Bake Off Brasil – Mão na Massa, exibido pelo SBT, ela decidiu ter aulas de pâtisserie para entender bem o assunto ao qual se dedica nos próximos meses. 
“Logo depois de ter sido chamada para o programa, viajei de férias para Nova York. Aproveitei para estudar confeitaria. Foi bom para me inteirar do assunto. Em casa já fiz cupcakes e meu marido adorou”, afirma, referindo-se ao empresário Joesley Batista, com quem se casou em outubro de 2012.
O casal tem uma criança, Joesley Filho, que nasceu em janeiro deste ano. Aos 34 anos, Ticiana fala sobre o prazer de ter migrado para um programa de entretenimento, depois de sete anos à frente da bancada do Jornal da Band. 
“Eu já não tinha para onde crescer, não me sentia mais desafiada”, conta. Para marcar a nova fase, QUEM convidou a apresentadora a mostrar seus dotes de confeitaria na pâtisserie Le Jardin Secret, no bairro da Vila Madalena, em São Paulo.
Novos rumos
“Eu estava há sete anos à frente da bancada do Jornal da Band e queria migrar para o entretenimento, fazer algo fora do jornalismo. Eu já não tinha para onde crescer, não me sentia mais desafiada, estava numa zona de conforto. Achei que era a hora de mudar, porque sou muito nova para me sentir assim.”

Dom culinário
“Tenho jeito para a cozinha. Como fiquei muito tempo no jornal, meu horário era complicado, chegava em casa no mínimo às 21h, fiquei sem praticar. Não dava tempo. Logo depois de ter sido chamada para o programa, viajei de férias para Nova York. Aproveitei para estudar confeitaria. Foi bom para me inteirar do assunto. Em casa já fiz cupcakes e meu marido adorou. Cheguei tendo uma noção, até para me ambientar. Adorei, me empolguei, comprei os utensílios, bicos de confeiteiro, espátulas, avental, tenho tudo em casa.”
Detalhes
“Aprendi muito mais no programa do que no curso, porque os jurados entregam alguns truques. Não sabia que era preciso molhar a massa do bolo, por exemplo. Os chefs têm esse segredo. O bolo bom não pode se descolar do recheio e isso só acontece se for umedecido. Faça uma calda com água e açúcar, ele fica mais fofinho. O recheio penetra.”

Olho na balança
“A gente já está com os episódios quase todos prontos, falta só gravar a final. Foi uma luta não engordar, porque eu provava todos os bolos que os candidatos faziam. E não sou daquelas que comem só um pouquinho e se saciam. Eu gosto de comer bastante. Acabei fazendo uma coisa errada, nada saudável: não almoçava para compensar a quantidade de calorias que eu ingeria com os doces. À noite, tomava uma sopa de legumes. Eu corria dia sim, dia não, sempre que tinha um intervalo nas gravações. No final, consegui manter meu peso, que é de 52 quilos para 1,63 metro de altura.”
Dieta e exercício
“Agora que as gravações estão quase terminando, eu procurei uma nutricionista e ela me passou uma dieta bem nutritiva. E estou malhando na academia de casa mesmo, seis dias por semana, com uma personal trainer. Ela me passa um circuito que mescla diversos exercícios aeróbicos e musculação. Tiro um dia para descansar.”

Maternidade
“É um delícia ser mãe. Sou completamente apaixonada pelo meu filho. Muitas vezes sinto culpa de ter que trabalhar e deixá-lo com a babá. Converso com as minhas amigas e acho que toda mãe, mesmo a que não trabalha, sente algum tipo de culpa. Procuro compensar o tempo que não estamos juntos. E estou sempre presente nas horas mais importantes, como a da mamadeira, a de trocar fralda, a de colocar para dormir... Depois de ser mãe, minhas prioridades mudaram, minha visão de vida é outra. Tenho vontade de ter outro filho daqui a uns três anos.”

FONTE\QUEM

Nenhum comentário:

Postar um comentário