domingo, 16 de agosto de 2015

Vitória Frate, a Júlia de "Caminho das Índias", abandonou a TV para brilhar nas artes plásticas
Agora, a loira é artista plástica
Agora, a loira é artista plástica Foto: Divulgação

Por Bruno Dias Barbosa
Embora não trabalhe mais com dramaturgia, Vitória Frate não desistiu da arte. 
Depois de “Caminho das Índias (2009)” — sua única novela, que está sendo reprisada atualmente na Globo —, a atriz, de 29 anos, fez trabalhos no teatro, no cinema e na TV fechada.
 Mas, nos últimos anos, é nas artes plásticas que ela tem se expressado.
 “Foi assim que aconteceu. Não foquei minha carreira num veículo específico. Antes de migrar para as artes plásticas, atuei um pouco ainda. 
Não sou de planejar o futuro, vou vivendo as oportunidades conforme elas se apresentam”, diz Vitória.

Plenitude
Formada em fotografia, a artista não tem planos de voltar à TV. “Hoje, meu tempo está totalmente voltado para as artes visuais. Eu era feliz interpretando, mas agora me sinto mais plena. Encontrei uma forma de expressão que tem mais a ver com a minha personalidade e com o meu momento de vida”, afirma a jovem, que não pode reclamar de falta de trabalho: “Estou montando duas novas exposições, uma aqui no Rio no fim do ano e um desmembramento dela para março do ano que vem em Lisboa, Portugal. Esse mês, eu lancei uma coleção de camisetas em parceria com uma marca de roupas e estamos agilizando já o próximo ano”.

Notícia na rua
Vitória soube da reprise de “Caminho das Índias” de forma inusitada. “Uma menina me parou na rua para dizer o quanto estava feliz por voltar a me ver na TV como Júlia. Até levei um susto”, diz a loura, que é casada com o ator Pedro Neschling: “Nós nos apoiamos em tudo”.

FONTE/EXTRA

Nenhum comentário:

Postar um comentário