quinta-feira, 28 de abril de 2016

 Maíra Charken:
 "Ao vivo ninguém chega em mim"
 Com bom humor imbatível, Maíra Charken acaba de assumir a bancada do Vídeo Show ao lado de Otaviano Costa. Em visita a Outeiro da Glória, no Rio, ela revela que alguns de seus hábitos podem ter prejudicado relacionamentos.

  Por Patrick Monteiro 
 Maíra Charken acaba de assumir o posto deixado por Monica Iozzi no Vídeo Show.
A nova apresentadora do vespertino da TV Globo encara o desafio com tranquilidade.
 “Estou realizando um sonho. Sou apresentadora desde criancinha, nasci para isso”, diz ela, cujo último trabalho na TV foi em Babilônia (2015).
 Durante um passeio pelo Outeiro da Glória, onde fica a Imperial Irmandade de Nossa Senhora da Glória do Outeiro, uma das igrejas mais tradicionais do Rio, com vista para o Aterro do Flamengo, a apresentadora se impressiona com a arquitetura do começo do século 18.
 “Nunca tinha vindo aqui. A cidade tem igrejas lindas e lugares incríveis para se descobrir!” Aos 36 anos, ela fez apenas um teste para o programa, em novembro passado. E, desde então, já se sentia realizada.
“Imagina! Só por terem lembrado de mim já era uma coisa maravilhosa. Já posso até morrer”, brinca. 
Quase quatro meses depois, ao ser confirmada para a vaga, ela recebeu a ligação avisando que entraria no ar em dois dias.
 “Foi uma correria, mas deu certo. Estou amando fazer o programa. E a troca com o Otaviano Costa é ótima! ”, diz.
 Além de apresentadora, ela também é repórter da atração – cobriu, por exemplo, a 9ª edição do Prêmio QUEM para o programa, no final de março. 

 GRINGA 
Maíra está provando de uma visibilidade que nunca teve antes – e amando. “É um sonho da vida e não há por que eu negar: quero sim ser reconhecida nas ruas!” Com mais de 100 mil seguidores nas redes sociais, a apresentadora se preparou psicologicamente para o interesse do público: “Sabia que ficaria na luz, martelei isso na minha cabeça. Até para não ser pega de surpresa”. Nascida na Holanda, Maíra veio com a família para o Brasil aos 2 anos. Começou a dançar balé aos 3 e, com 16, já ganhava dinheiro com a dança. No teatro começou em peças infantis. Em 2002, chegou às finais do reality show musical Popstars, do SBT. Mais tarde ajudou a fundar o grupo de humor Deznecessários e montou um show solo de stand up comedy. Em 2013, participou de Elis – A Musical, no qual interpretou a apresentadora Marília Gabriela. “Sempre gostei de aparecer. Era uma criança aparecida. Combinava com as amigas para me parar na rua e pedir autógrafo”, lembra. 
 CANTADAS 
Na sua caixa de entrada, ela conta, os admiradores enviam elogios, demonstrações de carinho e comentários dos mais diversos. “Pedidos de namoro e casamento chegam sempre. Mas, ao vivo, nada. Ninguém chega em mim. Ó, vocês que me mandam cantadas na internet, apareçam! Cadê vocês?”, brinca. Mais que um pedido, encontrar alguém é uma vontade. “Até porque não é possível estar sozinha, né? Admito que tenho umas manias chatas que podem justificar a solteirice. Minha cama tem que ser muito arrumada, se alguém desarruma já fico nervosa... Tenho meu lado para dormir, e a pessoa não pode dormir muito. Eu quero que a pessoa acorde comigo para viver, e acordo muito cedo. Sei que é difícil alguém acompanhar isso, mas a gente segue tentando”, lista, bem-humorada.

 BOA FORMA
 Acostumada a praticar diversas atividades físicas, Maíra ainda não ajeitou seus novos horários. “Está tudo corrido. Desde que estreei estou tentando acertar minha rotina com a do Vídeo Show”, diz. Praticante de pilates, balé fitness, kickboxing, spinning, treino funcional e outras modalidades esportivas, ela tem se exercitado como pode. “Me viro. No tempo que tenho, pego meu colchãozinho e desço para o play do prédio. Ou até mesmo no quarto. Só não fico parada!” Para compensar a falta às aulas da academia, ela tem feito massagens e procedimentos estéticos, que a conquistaram nos últimos meses. “Não faço nada invasivo, são tratamentos. Mas se me incomodasse faria plástica. Sempre com parcimônia.”

 FONTE/QUEM

Nenhum comentário:

Postar um comentário