sábado, 16 de abril de 2016

Mel Lisboa volta com papel de Rita Lee:
 "Queria que ela se sentisse representada" 
 'Rita Lee Mora ao Lado' volta a SP, comemorando mais de dois anos de sucesso por todo o Brasil. 
Mel Lisboa, que interpreta com maestria nossa roqueira maior, fala à QUEM sobre o retorno do musical à cidade-mãe de Rita.

Por Guilherme Samora 
 Há mais de dois anos, Rita Lee Mora ao Lado estreava nos palcos paulistanos.
 O musical, baseado na vida de nossa roqueira maior, ficou quase um ano em cartaz e depois viajou o Brasil todo com sessões lotadas. 
Agora, ao entrar em seu terceiro ano, a peça volta à capital paulista para uma curta temporada, celebrando o enorme sucesso do projeto. 
Mel Lisboa, que interpreta Rita Lee e ganhou o Prêmio QUEM 2014 de melhor atriz de teatro pelo papel, falou sobre o retorno à cidade onde Rita nasceu. 

 Sucesso 
“Quando a gente começa um projeto, nunca sabe como ele vai se desenvolver. Quando comecei com o Rita Lee, meu desejo era de que fosse um sucesso, claro. Mas é uma vitória completar dois anos em cartaz e continuar! É uma grande felicidade.” 
 Canto 
“No começo, tinha mais medo. Agora, me sinto mais segura, continuo com aulas de canto... Mas não é completamente simples para mim subir ao palco e cantar os clássicos da Rita.” 

Música preferida de Rita Lee
 “É uma pergunta complicada... Mas gosto muito de cantar ‘Coisas da Vida’ no palco. No musical, as pessoas se envolvem com ela.” 

 Reconhecimento de Rita
 “Foi fundamental. Ter tido o aval e o crivo dela foi importantíssimo. Você não vê musicais biográficos de pessoas que estão aí. Geralmente, são homenagens póstumas. E ela está super aí! Foi nos ver duas vezes... Essa presença foi primordial para eu me sentir mais segura. Queria me aproximar ao máximo dela, respeitando sua obra. Queria que ela se sentisse representada.” 
 Turnê e volta a São Paulo
 “A gente viajou bastante, fizemos muitos estados e várias cidades do estado de São Paulo. Pudemos levar o espetáculo para tanta gente e posso dizer que a peça é bem recebida aonde quer que ela vá. E voltar para São Paulo é uma delícia. Onde mais faço em teatro é em São Paulo. Me sinto à vontade e em casa.”

FONTE/QUEM

Nenhum comentário:

Postar um comentário