quinta-feira, 21 de abril de 2016

Pablo Morais: 
"Sou de antigamente, bem romântico" 
O ator, que também é modelo, defendeu o personagem Cícero na primeira fase de Velho Chico.

Por Daniel Vilela 
 Aos 14 anos, Pablo Morais deixou a casa da mãe em Goiânia (GO) para tentar uma carreira nas passarelas, no Rio. 
O gato fez tão bonito como modelo que passou a morar em Nova York (EUA). 
Foi lá, aliás, que se relacionou com a atriz Agatha Moreira, a Giovanna de Verdades Secretas (2015).
 Convidado para viver o vilão Bacana da série Subúrbia (2012), ele voltou ao Brasil para realizar o sonho de se tornar ator. 
Também desta vez, tudo correu muito bem. 
E agora, aos 23 anos, Pablo estreou em novela. 
Interpretar o Cícero na trama global das 9 tem sido uma aventura. 
E o artista se diverte quando o comparam a Cauã Reymond.
 “Fico todo feliz”, diz. 

 Você tem um pouco de Cícero? 
Como ele, sou totalmente passional. Até me ferro com as mulheres por causa disso (risos). Sou de antigamente, bem romântico. 

 Como será entregar esse personagem ao Marcos Palmeira?
 Uma dádiva. Ele me agrada tanto como profissional quanto como ser humano. É um ídolo. Estou feliz! A gente tem trocado muito sobre o Cícero. 

 Como foi o encontro com ele? 
Quando o vi pela primeira vez, conversamos sobre o personagem. Uma frase marcante do Cícero é quando ele diz para Tereza: “Se você não ficar comigo, não fica com mais ninguém. E, toda vez que a gente se encontra, fala isso, pois nos conecta. 

 E como tem sido seu caminho até aqui?
 Tenso... Nasci prematuro de seis meses, com apenas 800 g. Fui desenganado pelo médico duas vezes. Resisti. Vi meu pai duas vezes na vida. Em uma delas, ele estava batendo na minha mãe. Nunca mais soube dele. Deve ter morrido... Não tenho vergonha de contar isso! 

 Deixar a carreira nas passarelas para virar ator foi difícil? 
Sou modelo até hoje e nunca deixarei de ser. Vou até o fim. Modelar me dá alegria e dinheiro também (risos). 

 Já foi convidado para participar do chamado book azul (falado em Verdades Secretas, sobre modelos que fazem programas)? 
Óbvio que já aconteceu! Só respondi que aquilo não era a minha pegada e pronto. 

 E sofreu preconceito no meio artístico por ser bonito? 
Até no elenco de Velho Chico teve gente que me tratou com restrição do tipo olha só “o modelo que virou ator”. Quero que se dane. Vou vivendo e fazendo a minha parte! 

 Mas para o Cícero, você teve que deixar a vaidade de lado, certo? 
Muito... fiquei, por exemplo, 45 dias sem lavar o cabelo e três meses sem cortar a unha. Me entreguei, como sempre!

FONTE/TITITI

Nenhum comentário:

Postar um comentário