terça-feira, 31 de maio de 2016

 Raphael Sander sobre Carol Castro:
 "Vivemos uma história linda" 
 Separado desde junho de 2015 de Carol Castro, Raphael Sander diz que não se arrepende do casamento e que casaria novamente.
 Raphael Sander, o barman gente boa Charles da novela Totalmente Demais, teve uma infância de pés descalços, jogando vôlei na praia e futebol na lama, mas hoje as atividades favoritas do ator de 28 anos são o muay thai e o surfe, que está aprendendo.
 “Tenho tomado bastante caldo. Mas já estou conseguindo ficar em pé na prancha!”, se alegra Raphael, que começou a trabalhar como modelo aos 18 e estreou na TV como o Léo de Verdades Secretas (2015). 
 Separado desde junho de 2015 de Carol Castro, de 32, com quem ficou por quatro anos, ele não foge da conversa quando o assunto é a ex-mulher e diz que não se arrepende do casamento: mantém até hoje suas fotos com ela em seus perfis na internet. 
“Quando você se apaixona, já não existe mais o porquê, o onde, o como e o quando. 
A gente quis viver essa experiência e foi muito legal. Com certeza eu me casaria de novo”, afirma ao responder à reporter Raquel Pinheiro as perguntas dos leitores enviadas a QUEM pelas redes sociais. 
 Qual foi o momento mais difícil de sua carreira de modelo? 
Penha Souto, Rio de Janeiro (RJ)
 Quando tinha uns 19 anos, trabalhei na Grécia por um mês e meio e foi uma época muito difícil financeiramente. Comia apenas arroz e atum em lata, todo dia. Mas penso que, graças a Deus, eu tinha o que comer. 

 Por que você se casou tão novo com Carol? Você se arrepende?
 Alice Mello, São Paulo (SP)
 Não, de forma nenhuma. Me casei dois anos depois do início do nosso namoro (aos 26 anos) porque me apaixonei. E quando você se apaixona já não existe mais o porquê, o onde, o como e o quando. A gente quis viver essa experiência e foi muito legal. Com certeza eu me casaria de novo.

 Por que você não apaga as fotos da sua ex do seu perfil em rede social? 
@claudinhabsb 
Ué, porque eu apagaria? Eu e Carol somos amigos, mas não temos o hábito de nos encontrar. Vivemos uma história linda.

 Como você definiria o seu interior? 
Tatiana Meirelles, Ribeirão Preto (SP) 
Sou um cara sensível, carinhoso e feliz, mas essa autoanálise é complicada. Precisaria de uns 30 anos de terapia para responder a isso! (risos). 

 Já traiu ou foi traído?
 Patrícia Martins, Porto Alegre (RS) 
Não sou de trair, sou fiel e leal. Se eu fui traído? Não que eu saiba. Mas frustração e decepção são da vida. Tenho no máximo seis amigos e mesmo eles me deixaram na mão, como eu os deixei na mão em algum momento. Não guardo mágoa. A vida é dinâmica e interessante para ficar preso a isso. 

Você tem um corpo lindo. O que faz? 
Maria Souza, Belo Horizonte (MG)
 Evito frituras e excesso de sal e açúcar. Faço musculação e gosto de muay thai, mas só pratico quando estou de folga, porque desgasta muito. E estou aprendendo a surfar. Já consigo ficar em pé na prancha, mas tenho tomado muito caldo!

 Do que brincava quando criança? 
Sabrina Sá, Salvador (BA) 
Praticava vôlei e brincava na areia, quando estava com meu pai, em Copacabana. Minha mãe vivia em um bairro mais rural (Vargem Grande). Lá, jogava futebol na terra e na lama, brincava de bolinha de gude e soltava pipa. 
 Costuma se assistir na TV? 
Daniela Rocha, Ubá (MG) 
Sim, faz parte do meu processo de aperfeiçoamento. Adoro que me critiquem. A crítica constrói, indica algo em que você pode melhorar e de repente ainda não percebeu. Acho que a gente cresce com isso. 

 Você está namorando? O que você mais curte em uma mulher? 
Loyane Santos Dias, Brasília (DF) 
Estou solteiro. Sinceridade e honestidade me atraem em uma mulher. Mas, às vezes, aparece uma pessoa com quem se tem uma química e, pronto, você se apaixona! 

 Qual o melhor presente que deu para seus pais depois que ficou bem de vida? 
Paulo Maia, Nilópolis (RJ) 
Estou na segunda novela e em processo de construção. Mas posso ajudar minha família. Hoje em dia meu pai mora comigo no Recreio dos Bandeirantes. Ele me ajuda com coisas da casa e é ótimo ter com quem conversar.

FONTE/QUEM

Nenhum comentário:

Postar um comentário