segunda-feira, 20 de junho de 2016

Após sucesso do novo repertório, Tiago Iorc garante:
 "Minha essência não mudou"
Viajante por natureza, o cantor está reaprendendo a amar a família, os amigos e o trabalho. Nessa jornada, descobriu que compor em português é o que realmente o aproxima de seu público no Brasil


 Por Mariana Silva 
O jeito tranquilo e a fala suave com sotaque gaúcho de Tiago Iorc, 30 anos, revelam uma parte da personalidade do cantor. 
A outra fica com o visual despojado, composto tipicamente por regatas de cores neutras e calça preta. 
“Minha vida se resume ao que você está vendo: essa roupa, meu violão e a mochila. Não preciso de mais nada, é só ir por aí”, brinca.
 
Com pegada romântica, Tiago foi aos poucos ganhando espaço e o carinho do público. 
Hoje, suas redes sociais já somam mais de 1 milhão de seguidores, mas ele garante que continua sendo o mesmo. “Minha essência não mudou. 
O que eu percebi ao longo dos anos foi que minha verdade precisava continuar fazendo sentido para mim, assim como o diálogo com as pessoas, que é uma das grandes belezas dessa profissão”, conta. 
 A GRANDE MISTURA
 Cantando desde os 8 anos, Tiago lançou o primeiro CD, Let Yourself In, produzido em inglês, em 2008. Quatro anos depois, o segundo, Umbilical, seguiu o mesmo tom, assim como Zeski, de 2013. 
Foi só no atual, Troco Likes, quarto álbum de sua carreira, lançado no fim de 2015, que ele arriscou fazer todo o repertório em português. 
“Esse álbum veio de uma vontade de me aproximar mais do público no Brasil. Eu já tinha algumas músicas em português e, quando as cantava em shows, era sempre mais enérgica a participação do público”, conta ele, que teve CDs lançados no Japão e Coreia do Sul, com sucesso. 
O projeto, inclusive, vai ganhar uma versão em DVD, gravado em Belém, Pará, previsto para ser lançado no segundo semestre. 

Fluente em inglês e português por causa da vivência no exterior, Tiago revela que tudo em sua vida lhe serve de inspiração. 
“É uma grande mistura. Descubro muito mais sobre as coisas que eu gosto e acredito quando falo disso, sou mais pessoal”, diz. 
 Tiago posa na cobertura o Hotel Radisson Blu São Paulo Para o cantor, mais vale estar próximo das pessoas e compartilhar informações por meio da música, como fez no clipe de Alexandria, gravado durante uma ação nas ruas de São Paulo. 
“Toda oportunidade que tenho, pego meu violão e transformo em algo bonito para o próximo, independentemente de como isso vai se projetar. 
Pode ser entre amigos, em uma ação na rua ou num show para mais de mil pessoas. Isso é indiferente quando a vontade é simplesmente fazer música”, conta ele, que já se apresentou para apenas duas pessoas em um bar. 
Com o sucesso do novo repertório, as mudanças na carreira vieram como um presente. “Foi o abraço definitivo do meu trabalho aqui no Brasil. 
O disco em português possibilitou que eu chegasse em mais pessoas. Para mim, como compositor, foi uma experiência de descoberta.
 De tudo o que mudou, o que tem mais significado é encontrar minha verdade no diálogo com o público. 
Não que em algum momento essa verdade tenha deixado de existir, mas hoje quero fazer música para compartilhar com as pessoas, não só por fazer.”
 "Se a gente não estivesse aqui conversando, eu ia pegar meu violão e tocar", diz, pouco antes de fazer exatamente isso durante a sessão de fotos
 UMA NOIVA ATRÁS DA PORTA
Solteiro desde o fim do namoro com a atriz Isabelle Drummond, 22, em setembro de 2015, Tiago encara o assédio de forma natural. 
“Eu sinto que o comportamento das pessoas é muito recíproco ao que passo para elas.
 Tenho amor, leveza, e as pessoas que chegam até mim normalmente têm essas características também. É sempre muito tranquilo e amoroso
Mas, óbvio, volta e meia tem gente que invade o palco (risos)!”
Da solteirice pra cá, o cantor chegou a ser apontado como o novo romance de Bruna Marquezine, 20, após a participação dela no clipe da canção Amei Te Ver.
 “Nós nos demos muito bem. Mas infelizmente isso se projetou em relação ao que eu estava passando na vida pessoal e se misturou ao trabalho.
 Poderia ter sido a Bruna ou qualquer outra pessoa, acho que tudo seria da mesma forma”, diz.

Quando o assunto é futuro, Tiago reconhece que a carreira é quem dita os próximos passos, mas não nega que pensa em casar e ter filhos.
 “Vim de uma família muito bonita e acho a ideia bacana. Sou viajante e, por enquanto, isso faz parte da minha rotina.
 No momento em que conseguir equilibrar as duas coisas, é possível que aconteça. Faço das palavras de Hermeto Pascoal (79, compositor) as minhas:
 ‘O futuro é todo dia, só pensaria no a manhã se não gostasse de hoje e eu não admito isso’.
” 
Apesar de seguir focado na música, ele não descarta que a qualquer momento pode viver um novo amor. 
“Estou amando amar outras coisas. Coisas que eu 
até tinha perdido o hábito de amar, como amigos, família, trabalho. 
Estou vivendo tudo intensamente, mas não estou 
fechado para nada. Amo conhecer pessoas, amo dividir coisas bonitas, mas não sei dizer o que me espera. De repente eu saio por aquela porta e arrumo uma noiva (risos).”

FONTE/CONTIGO

Nenhum comentário:

Postar um comentário