quarta-feira, 8 de junho de 2016

Giullia Buscacio:
"O amor está em segundo plano"
Giullia Buscacio, intérprete da jovem Olívia dos Anjos, de Velho Chico, está solteira e focada na carreira de atriz 

Por Carla Neves
Giullia Buscacio deixou de lado o medo de caranguejo para praticar stand up paddle (SUP) pelo Canal do Mangue, em Barra de Guaratiba, Zona Oeste do Rio.
 Em uma sexta-feira de folga, a atriz de 19 anos vestiu um biquíni cropped e escolheu uma prancha na Casa do Remo, point dos praticantes do esporte. 
“Adoro explorar lugares novos”, elogia ela, a bordo de um pequeno barco para chegar ao manguezal. 
 No espaço, em que os adeptos do SUP podem guardar suas pranchas e se reunir para trocar ideias, Giullia foi orientada pelo instrutor Leonardo Fernandes. 
“Já tinha feito SUP com amigos. É incrível remar no meio das árvores”, constata a atriz, subindo nas raízes do canal. Gullia Buscacio 
TIMIDEZ
 Intérprete da jovem Olívia dos Anjos, de Velho Chico, que tem um romance com o idealista Lucas (vivido por Lucas Veloso), ela fica tímida quando é elogiada por sua beleza. “Me acho básica. Para mim, menos é mais. 
Como estou fazendo uma personagem sem maquiagem, mostro só minha arte, nada além daquilo. Fico feliz quando dizem que mesmo sem nada estou bem. 
Tenho uma irmã de 16 anos, a Giovana, e pareço mais nova que ela!”, conta. 
 Solteira, a atriz diz que nem pensa em namorar. “Me sinto tão completa com a carreira... O amor está em segundo plano.
 Estou presa à novela. Quando tenho folga, fico em casa vendo filmes”, garante, entregando que não é tão difícil quando o assunto é conquista.
 “Gosto de quem tem ideal e luta pelo que é bacana para o mundo. E de quem é apaixonado por algo, como sou pela minha profissão.” 
 INTERNACIONAL 
Filha do ex-jogador de futebol Júlio Vieira, de 42, com a dona de casa Adriana Buscacio, de 47, Giullia nasceu em Portugal. 
“A profissão do meu pai fez com que tivéssemos de nos mudar. Nasci na Ilha da Madeira, depois morei na Coreia do Sul e na Hungria.” 
 Seu interesse pela dramaturgia começou ao assistir às novelas coreanas. De volta ao Rio, em 2007, entrou em um curso de teatro. 
Depois, em uma agência e, aos 12 anos, já trabalhava. Fez duas novelas na Record e I Love Paraisópolis (2015), na TV Globo, antes de Velho Chico. “Venho de uma família na qual os sonhos são possíveis.”
FONTE/QUEM

Nenhum comentário:

Postar um comentário