sexta-feira, 3 de junho de 2016

Grávida de seu segundo filho, Bárbara Borges garante: 
"Mais tranquilidade e menos expectativas"
  Aos 7 meses de gestação, a atriz, 
que já é mãe de Martin Bem, emociona-se 
ao falar da chegada de Theo, seu segundo filho 

 Por Tatiana Ferreira 
Grávida de 29 semanas, Bárbara Borges, 37 anos, que já é mãe de Martin Bem, de 1 ano e 11 meses, de seu relacionamento com o funcionário público Pedro Delfino, fala com emoção sobre a chegada de Theo Bem, prevista para o fim de julho ou começo de agosto. 
Serena, a atriz garante que a tranquilidade é fruto de muita prática espiritual, meditação, e, claro!, a experiência de sua primeira gestação. 
“Com o Martin, foi um mergulho total no desconhecido mundo da maternidade. 
Hoje, com o Theo, vivencio esse empoderamento com mais tranquilidade e menos expectativas”, compara ela.
 “Estou menos ansiosa e mais cansada. 
A própria gestação já me deixa menos disposta e, tendo ainda que cuidar do mais velho, que é pequeno, não é mole, não! (risos)”, admite. 
Assim como o primogênito, ela quer repetir a tentativa do parto humanizado, com o mínimo de intervenções médicas possíveis.
 Na gestação de Martin, por conta de uma desaceleração cardíaca do bebê, precisou submeter-se a uma cesariana de emergência, após 13 horas em trabalho de parto. 

 O CHAMADO 
“Não tem muito como explicar, mas recebi o ‘chamado’ da maternidade novamente no fim de outubro. Conversei com o Pedro e, em dezembro, um pouco antes do Natal, tivemos o resultado da gravidez. Foi uma confirmação divina para mim. Muita emoção e felicidade!” 
 MÃE DE MENINOS
 “Havia uma expectativa da minha parte de que esse bebê pudesse ser menina. Tenho um irmão (o administrador Evandro, 35) e pensei que, assim como minha mãe (a empresária Edna, 70), teria um casal. Temos essa mania inconsciente de querer reproduzir a história da nossa vida! Mas eu não me frustrei.” 

 OS BENS DA MINHA VIDA 
“Martin e Theo foram planejados e muito desejados! Sempre quis ter dois filhos. Ganhei mais um presente de Deus! E, por isso, decidi, juntamente com o Pedro, o nome do nosso segundo menino: Theo Bem, que significa Deus e o Bem, seguindo o mesmo padrão do nosso Martin Bem. Nossos filhos são o nosso maior bem e é essa conexão espiritual do bem que escolhemos deixar para eles.” Com 29 semanas de gestação, Bárbara engordou apenas seis quilos

 AMOR DE IRMÃO
 “Martin faz carinho na minha barriga, dá beijo, às vezes, dá tapa, quer pular na barriga e fala ‘Theo, Theo!’. Mas acho que ainda não entende perfeitamente. A compreensão e os sentimentos ficarão mais explícitos quando de fato ele vir o irmão. Mas acredito que passando aquele ciuminho de início, que é natural, eles serão grandes amigos.” 
PARTO HUMANIZADO
 “O parto humanizado não foi o resultado final, mas eu e Martin vivenciamos até onde foi possível todo o processo que respeita o tempo do bebê e valoriza a natureza da mulher. Felizmente, a cesárea de emergência aconteceu naquele momento em que, depois de 13 horas de trabalho de parto, Martin teve uma significativa desaceleração cardíaca que colocava em risco sua vida. Foi ali, naquele momento do nascimento dele, que aprendi como a vida é imprevisível e que não temos controle de absolutamente nada. Agora, com o Theo, não será diferente. Sigo alinhada ao meu aprendizado”. 

 LINDA E EM FORMA
 “Enjoei muito e tive falta de apetite nos primeiros meses de ambas as gestações. Perdi peso bem no início, agora tenho uma fome gigantesca. Procuro me alimentar saudavelmente, mas também tenho desejo de doces. E como! Tomo cuidado com a diabetes gestacional, pois tive na trigésima segunda semana de gestação do Martin, mas, por enquanto, está tudo certo. Até agora engordei seis quilos. Com Martin, engordei oito. Adoro meu barrigão! É mais do que me sentir bonita, não é uma questão estética. Me sinto plena.”

 MONTANHA-RUSSA
 “O desejo diminui e aumenta em um piscar de olhos. Os hormônios da gravidez fazem a gente viver uma montanha-russa da libido. Aprendi a lidar com bom-humor com a instabilidade. Mas filhos são um divisor de águas na relação. Muda a estrutura, temos mais responsabilidade. Foi muito rápido e ainda estamos aprendendo a viver isso. O bacana é que, apesar de alguns conflitos, o que fala mais alto é a vontade de estarmos juntos. Martin e Theo fazem parte de um projeto de família com o qual sonhamos" Assim como aconteceu com Martin Bem, a atriz vai tentar 
o parto humanizado com Theo

FONTE/CONTIGO

Nenhum comentário:

Postar um comentário