sábado, 25 de junho de 2016

Malu Mader: 
“Nem sempre os 50 anos serão piores que os 40. Às vezes, com 30 anos, você estava bem pior” Malu completa em setembro 50 anos. 
 Em setembro, Malu Mader completa 50 anos de vida. A data vem com leveza e sem crises. É o que ela garante. 
“Nem sempre os 50 serão piores do que os 40. Às vezes, com 30 você estava bem pior. Isso de crise é tão relativo, sabe?! 
Vai depender do seu momento. Agora, não estou tendo uma por causa da minha idade. Talvez eu tenha tido lá atrás, mas com coisas mais profundas. 
Nunca relacionei crises com números redondos”, pondera a intérprete de Rebeca, em “Haja Coração”, da TV Globo.
 Reconhecer a chegada da idade através do espelho pode até não vir com neuras, mas traz alguns questionamentos. 
O saldo da vida, Malu acredita que está positivo. “Nunca sonhei ter 50. Queria permanecer com 20, se eu pudesse [risos]… 
Mentira! Mas achava essa idade tão distante. Dentro de uma média do que eu observo, está tranquilo. 
Por enquanto está dando para encarar”, diverte-se. E nada de brigar com o tempo ou querer aparentar não ter o que se tem. 
Com o corpo, por exemplo, nada de loucuras. “Sempre fui muito mais de comer um pão de queijo, assistir a um filminho, bater um papo do que malhar. 
Tenho bode de academia. Gosto de jogar tênis, porque é uma brincadeira e de dançar e andar de bicicleta. 
Mas faço muito pouco. Sou muito indisciplinada”, conta ela, casada há 26 anos com o titã Tony Belotto. 
Malu cresceu, virou mulher na frente do público – em seu primeiro trabalho na TV, ela tinha apenas 16 anos. 
Longe das novelas desde “Sangue Bom” (2013), a saudade apertou. “Nas ruas, as pessoas perguntavam: ‘E aí, não vai fazer novela?’. 
Tinha que dar satisfação. Estar no estúdio é voltar para o meu lugar”, explica a atriz, que, no tempo fora do ar, fez um estágio de direção na novela “O Rebu” (2014):
 “Foi lindo participar do processo. Mas não tenho a fantasia de ser diretora de novela. Isso é para os corajosos. 
Penso em dirigir um filme ou uma série”. Se, no futuro, ela sonha com novos projetos, o presente é de comemoração. 
Em 2016, Malu festeja os 30 anos de estreia do sucesso “Anos Dourados” (1986), minissérie de Gilberto Braga, que projetou sua carreira na TV.
 Com Ellen Rocche e Carolina Ferraz, ela explora o seu lado cômico em “Haja Coração”. Algo pouco visto na TV. “Existe coisa melhor do que fazer as pessoas rirem? Estou adorando”, afirma.

FONTE/OSUL

2 comentários:

  1. Linda,ótima atriz,Boa sorte Malu!!!Que venham os 50,60...

    ResponderExcluir
  2. Linda,ótima atriz,Boa sorte Malu!!!Que venham os 50,60...

    ResponderExcluir