sábado, 18 de junho de 2016

Pepeu Gomes fala de drogas, religião e da relação com a ex Baby do Brasil: 
'Vivemos uma irmandade' 
Pepeu Gomes tem 64 anos, 50 de carreira e é considerado um dos mais importantes guitarristas do mundo 
Pepeu Gomes se lançou em um raio laser aos 14 anos, quando fugiu da casa dos pais, em Salvador, na Bahia, para viver do que mais amava na vida: a música. 
Cinquenta anos depois, e mais de mil e uma noites de amor, o cantor, compositor e guitarrista — considerado um dos dez melhores do mundo pela revista americana “Guitar world” —, ilumina o céu da Lapa, na próxima sexta-feira, dia 17,, levando para o Circo Voador, suas bodas de ouro com a profissão. 
No palco, com participações de Seu Jorge, Moraes Moreira e Zabelê, o homem feminino da MPB está a mais de mil e promete mostrar que ainda vive uma história de amor com canções atemporais. Qual é a música?
 “Nós fizemos uma enquete com o público, que escolheu o que deseja ouvir no show. Achei isso gostoso. 
Vou cantar músicas que não canto há 30 anos, como “Do amor”. Eu canto o que querem”. Quem viver, ouvirá 
“Eu acho que o mais importante disso não é eu me achar um marco. O que vale é o legado real que vou deixar para essa galera. 
Não sou e nunca fui uma imitação. Minha história é genuinamente brasileira. Isso que eu acho mais legal”. 
Em 1997, os Novos baianos se reuniram em São Paulo: Moraes Moreira, Baby, Paulinho Boca de cantor, Galvão e Pepeu 
O que toca nas rádios “Vai muito mal, com pequenas exceções. A música que os Novos Baianos faziam era um pop diferente do que se faz hoje. 
Era para durar eternamente. Hoje, é geração Coca-Cola: bebeu e acabou. As músicas têm duas notas só”. 
Novos baianos “Tivemos o resgate num show em Salvador, ano passado. Foi a coisa mais linda, um resgate de amizade e amor. 
Passamos quatro dias dando risada. Os Novos Baianos (Moraes Moreira, Baby do Brasil, Pepeu, Paulinho Boca de Cantor e Luiz Galvão) estão vivos!” Baby e Peue têm seis filhos. 
“Hoje, a nossa relação familiar é maravilhosa. Demoramos um pouco para colocar uma pedra em cima dos problemas. 
Mas a gente conseguiu sublimar essas situações com ajuda de Deus. Esse é o melhor momento das nossas famílias (com a cantora, ele teve seis filhos.
 Com Simone Sobrinho, casado há 18 anos, tem um casal). A gente vive numa irmandade. É isso que falta no mundo". 60 anos e mais “
Agora, faço as coisas com mais limites. Só com o passar do tempo você adquire essa sabedoria. Hoje, sou mais tranquilo e paciente”. 
Drogas, tô fora “A minha geração é de 1970. Vivíamos sexo, drogas e rock and roll, literalmente. Não tinha como passar sem isso. 
Hoje é (o uso de drogas) totalmente desnecessário. Você pode conseguir tudo usando a força da mente. Sou o mesmo cara, só que sem as loucuras dos 20 anos. 
Com a cabeça que tenho hoje, não perderia tantas noites, não ficaria tão alienado do mundo, das situações. 
Não usaria tanta droga. Sobrevivemos pela fé. Hoje, prefiro ser saudável". 
 Coroa energizado Estou me preparando para isso, tentando virar um coroa energizado, procurando não envelhecer com marra, com mágoa. 
Vivo sempre rindo, de bom humor. Encaro a vida com trabalho, ioga e oração”. Andar com fé “Acredito que existe um Deus e que ele está sempre ao meu lado. 
Minha vida religiosa é igual a que eu tinha aos 14 anos. Eu queria ser um artista e tinha a certeza de que venceria pelas minhas maneiras, com meu trabalho e com a bênção de Deus. 
Só não gosto de religião, porque acho que ela divide as pessoas. Deus é 0800, não precisa pagar para chegar até ele. 
A minha fé sempre me moveu”. Mas os meus cabelos... “Sempre me cuidei, por isso não me sinto com 64 anos.
 Parece que tenho uns 45. Espero poder chegar aos 100 anos. Mas já não posso exceder. Eu adoro doce, mas o corpo não digere bem.
 Os meus cabelos não estão cheios como antes. Mas vocês nunca vão vê-los brancos. Acho sinônimo de envelhecimento ruim. 
Se inventaram as cores do arco-íris para pintá-los, porque vou viver com os brancos?” Terra de gângsters 
“Vivemos a maior transformação política da história do Brasil. É preciso novas eleições, um poder renovado. 
Hoje, só tem gângster. Estamos no fundo do poço. Eu jogaria um raio laser no governo”.

FONTE/QUEM

Nenhum comentário:

Postar um comentário