quinta-feira, 9 de junho de 2016

Wanessa sobre nova fase musical:
 'Descobri o romântico de volta' 
Cantora fala sobre seu próximo CD e mostra o estúdio Na House, que escolheu para produzir o trabalho após longo período gravando em casa.
Há alguns meses, Wanessa levantou a curiosidade e atiçou a ansiedade dos fãs ao contar que voltaria a cantar música romântica. 
Em entrevista exclusiva ao EGO, ela explicou que tomou a decisão quando iniciou a busca por novas músicas, no início de 2015.
“Estava muito insatisfeita com o que vinha chegando (dos compositores), era muito fora do que eu queria”, comentou ela, que, então, começou a compor. 
“Comecei a entender o que estava dentro de mim e que eu precisava tirar. Aí, descobri o romântico de volta. 
O que saía de mim, fui respeitando”, contou Wanessa, que voltará a assinar o sobrenome Camargo na carreira.
Questionada se seus fãs de pop podem se sentir órfãos com essa mudança, Wanessa afirmou: 
“Eu não sei te dizer, porque só quando o trabalho for lançado que eu vou ter o termômetro do que as pessoas gostaram ou não gostaram. Esse é um friozinho na barriga gostoso.” 
Críticas 
A cantora ainda falou sobre as críticas recebidas após publicar uns trechinhos de suas audições nas redes sociais. 
“As pessoas estão comentando as músicas que elas nem sabem se vou gravar ou não. A gente faz audições com os compositores. 
Eles vêm, tocam na levada deles. Uma música, para chegar na sua voz, tem uma transformação. Se eu te mostrar como chegou ‘Shine it on’ para mim, você vai rir. 
A gente transformou ela numa música minha. Isso que é legal numa produção”, afirmou Wanessa, que optou não definir seu novo ritmo como sertanejo, como alguns comentários sugeriram. 
Aliás, ela prefere não encaixar seu trabalho em nenhum estilo. “Eu tenho pavor de rótulo, porque rótulo te limita. 
Não gosto que me coloquem em uma prateleira”, disse ela, que trouxe referências de diversos ritmos em seu novo CD, previsto para ser lançado no mês de julho.
 “O que eu digo é que minha música vai ser popular, que eu quero que as pessoas cantem aos berros nos shows. 
Quero cantar muita coisa para a mulher se identificar”, falou ela, que durante o bate-papo com o EGO, encontrou a sertaneja Paula Mattos e logo fechou uma parceria de composição. 
Novo estúdio Esse encontro, aliás, foi possível depois que Wanessa decidiu não gravar o novo álbum no estúdio que tem em sua casa, como aconteceu com os álbuns anteriores. “Eu gravava no meu, então fica um mundinho muito fechado. 
Às vezes é gostoso, né? Você está cansada, está mais perto dos filhos, na correria... Mas aqui é bom porque você acaba trocando mais informação com quem está de passagem por aqui”. Para a nova etapa, ela escolheu o estúdio
 Na House, do produtor Eduardo Pepato. Minha música vai ser popular. Quero que as pessoas cantem aos berros nos shows." Wanessa 
“Eu fiquei surpreso (com a Wanessa), porque ela é muito simples e divertida. Por ser mais tímido, eu tinha meio que receio. 
Porque, né, ela é a Wanessa (risos). Eu brinco com ela, porque eu cresci ouvindo ela cantar”, contou o produtor, de 28 anos. 
Pepato aproveitou também para falar um pouco sobre o estúdio, que recebe diversos sertanejos, como Gusttavo Lima, Luan Santana e Munhoz e Mariano.
 “Sempre quis que as pessoas fossem para uma casa, por isso o nome Na House. A pessoa se sente em casa, as ideias surgem melhor, rola um encontro entre os compositores”, explicou ele. Wanessa grava no estúdio 
Família 
Wanessa disse que sua família ainda não está 100% a par de todo o processo de gravação do novo álbum. 
“Eles sabem mais do que conto mesmo, não sabem tudo o que está acontecendo em minha carreira. No começo, meu pai (Zezé Di Camargo) me ajudava muito na escolha do repertório, minha mãe me empresariava. 
Quando eles perceberam que eu já tinha maturidade para cuidar disso, foram soltando as rédeas". Ela, que tem uma participação no novo show de Zezé Di Camargo e Luciano, não descartou uma futura parceria com o pai. 
Aliás, um dueto com Zezé faz parte de um projeto sonhado pelos dois. “A gente morre de vontade de gravar um CD para o projeto ‘Pai e Filha’. 
Quando a carreira dos dois estiver com um hiato legal, com um espaço. Porque agora estou com o meu álbum a pleno vapor e ele entrou em estúdio. Mas é uma coisa bem diferente, que não tem a ver com nenhum dos nossos trabalhos”.
FONTE/EGO 

Nenhum comentário:

Postar um comentário