quarta-feira, 21 de setembro de 2016

 Tammy Di Calafiori fala da volta à Globo e das cenas quentes em série: 
'Quando acabo de gravar, pego logo o roupão' 
Por Anna Luiza Santiago
Depois de participar da novela "Os Dez Mandamentos", da Record, Tammy Di Calafiori está de volta à Globo para uma participação em "Haja coração", trama das 19h de Daniel Ortiz. 
Ela será a bailarina Nicole. - Fico até o fim da história, em novembro.
 Tancinha (Mariana Ximenes) vai ganhar um curso de dança e optará pelo balé.
 Ela chega como um patinho feio, pois todas as meninas são ricas e têm roupas apropriadas. 
Nicole vai acolher Tancinha, elas vão ficar próximas - adianta a atriz, que trabalhou com Mariana na novela "Passione", entre 2010 e 2011, seu último trabalho na emissora. 
 Assim como na Record, Tammy assinou contrato por obra: 
 - No atual momento da minha vida, é bom optar pelos trabalhos que vou fazer. 
Ter essa liberdade de ir de um canal para outro é ótimo.
 Ela também poderá ser vista na segunda temporada de "Magnífica 70", da HBO, que estreia em outubro. 
A série conta as histórias da Boca do Lixo, região onde se concentrava a produção de cinema dos anos 1970, em São Paulo.
 Na nova leva de episódios, a atriz interpretará uma jovem rica que faz de tudo para ser atriz. 
A personagem morrerá por overdose depois de uma festa regada a drogas: 
 - Gravei numa sala de faculdade onde os médicos estudam corpos. 
Mandei foto para minha mãe e ela ficou assustada. 
Me cobriram com lençol e fizeram uma maquiagem de morta. 
Foi uma sensação bem estranha. Fiquei algumas horas lá e, nessa situação, parece que o tempo demora mais ainda para passar. 
 Tammy também fez cenas quentes com Taumaturgo Ferreira: 
 - É sempre delicado, mas a gente acaba embarcando.
 Quando estou gravando, minha cabeça está toda voltado para aquilo. 
Não tenho vergonha nem pudor. 
Quando corta, eu pego logo o roupão. 
Mas o clima no set estava muito gostoso. 
Fiquei observando a tranquilidade de Simone Spoladore, que fez sequência bem calientes antes de mim.
 Admiro muito seu trabalho. E a forma como o Cláudio Torres (diretor) conduz nos deixa mais confortáveis. 


FONTE/OGLOBO

Nenhum comentário:

Postar um comentário