sábado, 8 de outubro de 2016

 Dimy e Denis: 
Maninhos sertanejos estão bombando! 
A dupla está estourada com Duvidei, sucesso do CD Na Mesa de um Bar.
  Curitibanos e apaixonados por música, os irmãos Dimy, 28 anos, e Denis, 24, começam a despontar para o sucesso graças a hits como Duvidei, Tem Tem e Tô Jogando Fora. 
Fazendo uma média de 17 shows por mês, os gatinhos trazem o bom som sertanejo no DNA.
 O pai deles, Denis Ferreira, é músico e se tornou o maior incentivador dos herdeiros.
 “Ele é um exemplo! Sempre foi guerreiro, batalhador. 
Até hoje vai junto com a gente pra estrada, nos acompanha e puxa a orelha quando tem que puxar”, conta Dimy aos risos, lembrando que iniciou a carreira formando dupla com o pai, em 2006. 
 Entretanto, em 2013, Denis assumiu o lugar do pai.
 E, ao lado do maninho, está aí agitando o coração das fãs (inclusive nas redes sociais, como no Instagram/dimyedenis) sob direção executiva de Robson Pontes e gerenciamento artístico e musical da GG Produções Artísticas (Eduardo Prata e Jayson França).
 TITITI conversou com os novos ídolos, que revelaram um pouco mais sobre carreira, vida pessoal e amores. Vem conferir! 

 Como foi o começo da trajetória de vocês? 
 Dimy – Desde criança, cantava com meu pai, o acompanhava nos lugares. Aí, em 2006, gravei um CD com ele. Na sequência, vieram mais dois trabalhos. Aí, no quarto, meu pai colocou meu irmão no lugar dele. Eu já atuava em barzinhos com ele.

 Vocês acabaram de gravar os primeiros CD e DVD juntos, né? Teve participações? 
 Dimy – Sim, o projeto Na Mesa de um Bar tem participação de Teodoro & Sampaio. E também de Jeann & Julio. 

Nossa música de trabalho no momento é Duvidei, justamente com eles, e está tocando muito, sobretudo no Paraná. Como encaram o sucesso?
 Denis – O vemos crescendo aos poucos, estamos nos aprimorando, graças a Deus. 

 Com quais artistas sonham dividir o palco? 
Denis – Jorge & Mateus! Pra mim, hoje em dia, eles são o número 1 do Brasil em tudo: repertório, musicalidade... 

 Nas folgas, curtem fazer o quê? 
Dimy – Amo jogar bola! É meu hobby! Denis – Curto namorar bastante, bater uma bolinha... Gosto de me reunir com os amigos, jogar papo fora... 

 Estão casados, solteiros, enroscados... 
Dimy – (Risos) Solteiro. Denis – Eu namoro há sete anos! 

 Como lidam com o assédio das admiradoras?
 Dimy – Hoje a gente já se acostumou. Temos nosso fã-clube em Curitiba (PR), que é muito grande, e nos reunimos para fazer encontros de fãs. 
 Denis – Ah, esse assédio é muito legal. Elas respeitam a gente, é prazeroso, gostoso. Ser reconhecido pelo público é gratificante. 

 E pra você, Dimy... Teria algum problema em se relacionar com fã?
 Dimy – Não tem, não (risos)!!! 

 São românticos, do tipo que canta e toca para a amada? 
Dimy – Sou um cara romântico e bem apaixonado, viu (risos)?!

 Eu canto e toco as músicas do nosso CD pra ela, e que são quase todas minhas. 
Denis – Eu não me acho um cara muito bonito (risos). Portanto, minha arma de sedução é pegar um violãozinho e cantar, sim (risos).

 Do que mais gostam em vocês? 
Dimy – Da minha voz. É o dom que Deus me deu, né?
 Denis – Do meu sorriso! 

 Maior sonho...
 Dimy – Ser reconhecido no Brasil inteiro e levar música e alegria pra galera. 
 Denis – Fazer sucesso na vida, ser bem-sucedido no trabalho, ter reconhecimento... E logo quero ter um filho, minha família, esse é o meu maior desejo, com certeza!

FONTE/TITITI

Nenhum comentário:

Postar um comentário