sexta-feira, 28 de outubro de 2016

Felipe Roque sobre Aline Riscado: 
"Estou completamente apaixonado"
Sem se incomodar com o título de galã, ele encara o seu primeiro protagonista na TV, o jogador Gabriel, de Malhação (Globo), e comemora o ‘encontro de almas’ com a modelo

Por Ligia Andrade
Um mergulho no mar é tudo o que Felipe Roque precisa para começar o seu dia feliz. 
O ator de 29 anos, um dos protagonistas de Malhação (Globo), não é muito religioso, mas é em contato com a natureza que renova suas energias. 
"É complicado falar que uma religião é melhor do que a outra, acredito na fé, na espiritualidade. 
Procuro sempre estar no mar, fazer uma trilha...", conta o intérprete do jogador de vôlei de praia Gabriel. 
Dono de 1,84 metro de altura e 78 quilos, Felipe começou a faculdade de Engenharia, mas a carreira de modelo chegou de modo avassalador.
 O jeito foi trancar os estudos e passar uma temporada em Milão, na Itália, onde trabalhou para a badalada grife Dolce & Gabbana. 
"Comecei no teatro aos 13 anos, ainda na escola. Sempre gostei de atenção, de olhares, era exibido. Só que tratava isso como um hobby." 
A estreia na TV foi no ano passado, em A Regra do Jogo (Globo). 
No entanto, a maior conquista do rapaz veio há sete meses, ao arrebatar o coração da modelo-musa Aline Riscado, 28. "Minha vida não mudou desde que fui para a TV.
 O que transformou mais a minha rotina foi começar a namorar a Aline, pois a exposição grande. Evitamos ir na praia que gostamos para ter mais privacidade", desabafa. 
Felipe diz que é ambicioso como Gabriel, que sonha com o ouro olímpico 

Instinto Paterno
Para Felipe, o que vive ao lado da amada é um verdadeiro encontro de almas. "Aline tem tudo a ver comigo. Está sendo maravilhoso, estou completamente apaixonado, morro de saudade. Não sei nem o que falar.... é amor!", avalia, tímido. Os dois trocam muito, sobre tudo, compartilham sonhos, pensamentos e até batem texto juntos. O entrosamento também se estende a Nathan, 6, filho de Aline. "Tenho um afilhado pequeno, não penso em ser pai agora, não é o momento. Mas amo criança, trabalhei três anos em casa de festa infantil, animando e fazendo performance."

Craque no futevôlei e diretor de fotografia
Solar como o personagem, Felipe adora praticamente tudo o que envolva areia e mar: surfa, pratica futevôlei... "Jogava com meu pai, mas fora da regra. Estamos tendo aulas duas vezes por semana em um clube com treinador de seleção brasileira. É uma preparação intensa", diz. As semelhanças com Gabriel são grandes. "Temos força de vontade e perseverança. Ele é ambicioso e com objetivo de ser campeão olímpico. Sou ambicioso também, mas quero um monte de coisas", explica ele, que esteve no elenco do filme S.O.S. – Mulheres ao Mar 2, é sócio de uma produtora e assinou a direção de fotografia de Barata Ribeiro 716, longa de Domingos de Oliveira, 80, vencedor de quatro Kikitos no Festival de Gramado e hors-concours no Festival do Rio. O filme chega aos cinemas do país em novembro. "Domingos é um mestre, um padrinho, um monstro sagrado da interpretação e da dramaturgia. Nunca vou esquecer esse trabalho."

Felipe acredita que está preparado para receber críticas: "Faz parte!"
A nova temporada de Malhação mistura uma turma de novatos e veteranos. Felipe não se faz de rogado e, humilde, pede ajuda quando acha necessário. "Converso com Thiago Fragoso, que é um grande ator, e ainda me ajuda muito. Louise Cardoso também é generosa. É uma escola!", vibra. Ele não sente o peso nem a responsabilidade de ser protagonista. "Todo mundo é tratado igual: os cascas grossas, os prata da casa e quem está começando..." E assegura que lidará bem com as críticas que possa vir a receber. "A internet é, muitas vezes, um lugar cheio de ódio. Faz parte, não vejo problemas", conclui. O rótulo de galã também não o incomoda. "O ser humano é muito mais do que isso." Típico carioca, surfista, intensificou a malhação para ficar com o corpo – ainda mais – esculpido para o personagem da trama adolescente. "Quero ganhar massa muscular, mas não mudei minha alimentação, como muita proteína e salada", avisa Felipe, que tem uma quedinha básica por fast-food e chocolate. E quem não tem? 

FONTE/CONTIGO

Nenhum comentário:

Postar um comentário