sexta-feira, 14 de outubro de 2016

Juliana Silveira revela ser muito ciumenta 
Mulher do empresário João Vergara e mãe de Bento, a atriz confessa: diferentemente de sua Kalesi, de A Terra Prometida (Record), jamais aceitaria uma relação aberta

 Por Tatiana Ferreira 
e na ficção Juliana Silveira, 36 anos, vive uma mulher libertária, a favor de relacionamentos abertos e sem desprendimentos emocionais, como a rainha das serpentes Kalesi, de A Terra Prometida (Record), na vida real a situação é bem diferente. 
Casada há seis anos com o designer e empresário João Vergara, 37, com quem tem um filho, Bento, 5, a atriz diz que não toparia uma relação assim.
 “Sou muito ciumenta. Não consigo”, admite aos risos. Na reta final de sua participação da trama bíblica, que virará filme, ainda sem previsão de estreia, Juliana desfruta a sensação de dever cumprido. E os bons ventos também se estendem à vida pessoal. 
O sonho realizado de construir uma família, por exemplo, acalmou seu coração. “Lembro de que tive uma crise dos 29 aos 30 anos. 
Estava solteira e queria muito ter família e ser mãe. Ficava fazendo essas contas loucas de até conhecer o cara, namorar, casar, ele querer ser pai... Meu Deus! 
Me perguntava: ‘Será que até os 40 eu consigo?’ E, rapidamente, apareceu o João. Graças a Deus!
 E em seis meses resolvemos esse problema”, lembra em tom de brincadeira. Juliana Silveira, durante sessão de fotos no Village Mall, no Rio de Janeiro Sem chances 
“Acho ótimo fazer uma personagem tão liberal em uma novela onde estamos há 1.200 anos antes de Cristo. Mas na minha vida isso não daria certo.
 Sou feliz deste jeito monogâmico. Não saberia administrar um relacionamento aberto. Quem não sabe brincar não desce para o play.”
 Ciumenta 
“Já melhorei muito. Digo que sou ciumenta, mas na prática nem sou tanto. Hoje em dia é mais na brincadeira.
 Claro que, às vezes, fico meio assim com a vida agitada do João. Ele não beija na boca em cena, mas são muitos almoços, conversas e vinho... Tá vendo? Sou ciumenta (risos)!” 
 Sem rotina “A gente não para. Ele viaja o tempo todo e quase não temos rotina. Cada hora estamos em um lugar. Isso ajuda o relacionamento a ficar sempre aceso. 
Admiro muito o João e acho que ele me admira também. Eu me vejo velhinha com ele!”
 Juliana posa vestida de Kalesi, com Igor Rickli e a figurinista Dani Dominici e o lado do filho Bento, à dir. 
 Outro filho 
“Tenho vontade de ter mais um. Porém, profissionalmente falando, não é o momento mais propício. Não dá para encaixar uma gravidez. 
Gosto de ficar grávida. Não tenho o menor problema com a barriga, acho linda! Mas tenho consciência de que seria difícil ter um nenê e gravar do jeito que estou gravando. Se por causa da idade não puder ter o segundo, poderemos adotar.”
 Moleca
 “Tenho um irmão (Joaquim Neto), que é quatro anos mais velho que eu. E lá em casa nunca tivemos diferença no tratamento por eu ser menina e ele, menino. 
Fui educada como uma moleca. No meu registro emocional, não existe essas questões de vaidades.
Passei a ter um pouco mais de cuidado já mais velha e por trabalhar na TV.” A vida como ela é “Ah, engravidou? 
O corpo não é mais o mesmo? Não, não é! Não preciso estar perfeita na vida real. Não tenho essa paranoia, não me imponho essa cobrança
. Sou feliz assim. A barriga não é zero e o peito não é durinho, grande e nem de silicone. 
No dia a dia, não preciso vestir personagem de capas de revista. Sou eu, uma pessoa normal, que tenho defeitos.”

FONTE/CONTIGO

Nenhum comentário:

Postar um comentário