terça-feira, 25 de outubro de 2016

Kéfera sobre tempos de escola:
 "Sofria por causa do cabelo"
Youtuber, estrela do filme 'É Fada', em cartaz no cinema, contou que, assim como a personagem de Klara Castanho, uma menina vítima de bullying, era impopular

Por Valmir Moratelli
Sucesso absoluto na internet e, agora, no cinema com o filme É Fada, Kéfera Buchmann disse, em entrevista a QUEM, que assim como a protagonista do longa, vivida por Klara Castanho, uma menina que precisa superar o bullying sofrido na escola, era uma pessoa bastante impopular. 
“Na escola sofria por causa do cabelo, das roupas, não era popular, não era aceita”, disse. 
Ontem, a webcelebridade usou o Snapchat  para dizer que está dando um tempo com a produção de vídeos para o seu canal, o 5inco Minutos.
"Já vou começar este snap pedindo desculpas porque estou sumida de todas as redes sociais e falar que amanhã não vai ter vídeo novo", disse a youtuber.
 O motivo de não ter vídeo novo talvez eu explique depois, em um vídeo novo", declarou.
 "Não é só pela correria. Todos nós temos nossas fases, e eu estou em uma que preciso parar um pouco. 
Semana passada já não teve e, agora, não vai ter também. Preciso dar um tempo de verdade", disse.

Fazer cinema é muito diferente de atuar na internet?
Eu acho! No É Fada estou como personagem. Aliás, esse filme é um megapresente! Faço teatro desde os 15 anos. Entrei para o YouTube justamente para ter uma visibilidade maior. Esperava que alguém acabasse me chamando para fazer cinema.

Como o produtor Daniel Filho chegou ao seu nome?
Gravei um vídeo com a Giovanna Antonelli em 2012 para divulgar o S.O.S Mulheres ao Mar. A diretora Cris D`Amato, que nem conhecia meu canal, me ofereceu carona depois que terminou a gravação. Ficamos quatro horas presas no trânsito do Rio. Tempo suficiente para contar a minha história de vida. Logo ela me convidou para fazer o filme do Daniel.

O filme trata de bullying. É um assunto que também está presente nos seus vídeos...
Passei por uma história muito semelhante à da Julia, personagem do filme, eu me identifico com ela. Na escola, sofria por causa do cabelo, das roupas, não era popular, não era aceita, tiravam sarro... Com o tempo, aprendi a superar isso.

FONTE/QUEM

Nenhum comentário:

Postar um comentário