sexta-feira, 9 de dezembro de 2016

 Finalista da 'Dança', Sophia Abrahão lança biografia aos 25 anos e diz que tinha vergonha de usar biquíni:
 'Na adolescência, ninguém me paquerava' 
Por Anna Luiza Santiago
Finalista da "Dança dos famosos", do "Domingão do Faustão", Sophia Abrahão está ensaiando três horas por dia para se apresentar no encerramento da edição, no próximo domingo, 11.
 Ela, Felipe Simas e Rainer Cadete terão que mostrar coreografias de samba e tango. 
 - Estou bem cansada e tensa, mas muito feliz de ter chegado à final. 
Essa era a minha meta - diz a atriz, que perdeu 3kg durante o quadro. 
- A dança é um tipo de exercício aeróbico ao qual eu não estava acostumada.
 É uma atividade muito intensa. Sinto que estou mais definida, pois trabalhei bastante as pernas, os braços e o abdômen. 
 Apesar de chamar a atenção pela boa forma e ser elogiada nas redes sociais, Sophia nem sempre teve uma boa relação com o corpo:
 - Na adolescência, ninguém me paquerava. Eu era muito, muito magra. 
Os meninos queriam as meninas mais desenvolvidas. 
Já cheguei a usar várias calças e sutiãs para fazer volume. 
Quando comecei a trabalhar como modelo, percebi que existia um lugar para meu tipo de corpo no mundo.
 Segundo ela, isso se refletiu em sua vida durante anos: 
 - Por muito tempo, eu me preocupei com meu corpo. 
Tinha vergonha de me expor e de usar biquíni na praia. 
Estou sentindo isso cada vez menos, mas não é algo totalmente natural para mim. 
Se tivesse que fazer um papel mostrando o corpo de maneira sensual, teria uma dificuldade. 
Seria um desafio como atriz e pessoa. Sophia, que participou da primeira fase de "A lei do amor" como Vitória, acaba de lançar sua biografia, "Numa outra", escrita por Camila Fremder: 
 - A Companhia das Letras (editora) estava atrás de mim há um tempo e eu só negava. 
Tinha medo de ser algo muito precipitado. 
Então, começamos a conversar e entramos num acordo de que seria algo em tom de diário, mais leve.
 Uma conversa com os fãs. Falo do tempo em que morei na China, aos 15 anos, quando trabalhava como modelo. 
Tem um capítulo sobre as dores e delícias de ser filha única. 
Trato também da minha infância e das novelas 'Rebelde' e 'Malhação'. Ficou descontraído.
 Ela conta que teve dúvidas sobre embarcar no projeto:
 - Eu achava que ficaria um pouco pedante. 
Vou fazer 10 anos de carreira, o que já é alguma coisa. 
Mas ainda não aconteceu metade daquilo que eu quero. Ainda é pouco tempo.

FONTE/OGLOBO

Nenhum comentário:

Postar um comentário