sábado, 31 de dezembro de 2016

 Paloma Duarte:
 'Quando fui pra Record, descobri que ou seria PJ, ou nada feito' 
Por Leo Dias
Atriz conta como foi sua contratação na Record e porque negou dois convites para retornar para a Globo.
Paloma Duarte procurou ontem este colunista para explicar sobre o processo que move contra a TV Record, após ficar 10 anos na emissora, para desmentir a informação sobre seu salário, publicada aqui, e para falar sobre suas conversas com a TV Globo. 

 Você me procurou após algumas notas que eu publiquei após noticiarmos uma ação trabalhista que você move contra a Record. Quais são os pontos que você diz que a coluna se equivocou?
 Na nossa velha e boa discussão... Eu nunca ganhei o salário que você alega, e fico triste porque já te disse isso antes e você continua publicando. Recentemente você publicou que hoje eu estaria na Globo fazendo meu “recadastramento”. Estive no Projac no dia 15, fazendo uma entrevista linda. Hoje eu estava na praia e sabe o que rolou? Um sorveteiro me viu e gritou: 'ih tu não é a moça que ganha quase cem mil por mês?!' Ainda bem que era um sorveteiro feliz e bem humorado….E se fosse um cara sinistro, mal intencionado? O valor do salário de contratado só cabe a ele e seu contratante. Quando você publica esse valor irreal você expõe minha família à riscos desnecessários.

 Você foi uma das grandes estrelas da Record por cerca de 10 anos. Porque decidiu processar a emissora?
 Pelos meus direitos claro. Quando fui contratada da Globo por exemplo, sempre fui pessoa física. Na Record não tive essa opção. Já tinha negociado tudo para mudar de emissora e já tinha informado à Globo que não renovaria, só quando estava tudo pronto descobri que ou seria PJ (pessoa jurídica, sem carteira assinada) ou nada feito. Não dava pra voltar atrás naquele ponto. 

Após sair da Record, você já recebeu dois convites da Globo. Porque ainda não aceitou?
 Porque no primeiro eu ainda estava muito cansada, exaurida pra ser honesta. Mas foi um convite lindo de um diretor que AMO e sei que teremos nosso reencontro assim que possível. No segundo convite eu já estava grávida. 

 Quais são seus planos profissionais para 2017? 
Ainda estou na batalha para a produção de uma peça que Bruno e eu faremos. Terá a direção de José Roberto Jardim e o texto é do Sérgio Roveri. Agora começo a ter saudades de fazer TV, quem sabe né?

FONTE/ODIA

Nenhum comentário:

Postar um comentário