terça-feira, 27 de dezembro de 2016

 Mariana Goldfarb abre as portas de seu armário e exibe suas peças favoritas
 Apresentadora do canal off e namorada de Cauã Reymond, ela revela que toma banho de sal grosso e de rosas brancas três vezes por semana

 Por Carolina Ribeiro
“Quando era mais nova, usava lenço na cabeça, hoje, não rola mais”.
O primeiro detalhe que qualquer visita que chega à casa de Mariana Goldfarb, de 25 anos, no Joá, repara é o desenho de um sol, uma árvore, um gramado e uma bonequinha de vestido rosa esvoaçante, feito de giz de cera, no chão de pedra antes da porta de entrada
 — Sempre desenho o céu, não sei por quê. Ficou bonito, né? 
É uma casa solar, iluminada — diz a apresentadora de “Monumentos da natureza”, no Canal OFF, recapitulando o momento em que fez o rabisco:
 — Tive a ideia, sentei no chão e fui pintando. 
 Mariana é uma menina solar. Sempre que pode, dá um mergulho no mar, dorme ouvindo o barulho das ondas, passa bronzeador para ir à praia e carrega o indispensável: canga e biquíni. 
Seu biotipo reforço o visual praiano. 
Tem o cabelo castanho-claro rajado de sol, a sobrancelha virgem, os olhos verdes e o rosto estampado por uma constelação de sardinhas. 
 — Uso bronzeador, adoro. Mas o segredo mesmo é ficar mergulhando no mar. 
Não pode ficar sem entrar na água.
 O sal queima — recomenda Mariana, que, para recarregar a bateria, toma banho de sal grosso e de rosas brancas três vezes por semana. 
 A começar pelos pés, seu modelo de sapato preferido é chinelo, mas está numa fase “saltão”, ela conta. 
Seu armário é camaleônico (“Eu dou umas piradas”). 
Vai desde uma jaqueta de couro rosa-bebê a peças de oncinha como um lenço, uma saia e uma bolsa. 
 — Mudo muito, de um dia para o outro.
 Gosto de me sentir confortável. Estava numa fase em que achava que só preto era interessante. 
Agora, estou ao contrário, mais colorida — reflete ela, admitindo que também pega emprestado peças do armário de Cauã Reymond, seu namorado. — Adoro usar roupa de homem. 
Quando viaja a trabalho (passou os últimos meses gravando na Austrália e na Nova Zelândia), mal encontra brecha para comprar. 
Mas se tiver que eleger uma loja, é a Zara. 
E não experimenta nada, já sabe o que fica bom. 
 — Não sou consumista, nem um pouco. 
Também não tenho essa coisa de marca.
 Compro o que achar bonito. Não aceito gastar muito dinheiro com roupa, não — diz Mariana. 
 Se está de férias, gosta de se perder em feiras de comida e artesanato. — Adoro temperos. 
Feira é onde a gente mais conhece o lugar —opina.

FONTE/OGLOBO

Nenhum comentário:

Postar um comentário