quinta-feira, 29 de dezembro de 2016

Maria Fernanda Candido volta em dose dupla em 2017 
Atriz estará na minissérie 'Dois irmãos' e na novela 'A força do querer', de Gloria Perez 

 Por Natalia Castro 
 Maria Fernanda Candido fez uma mudança estratégica em sua carreira televisiva há oito anos e meio, quando teve o segundo filho, Nicolas — ela também é mãe de Tomás, de 10. 
A atriz deu um tempo no ritmo pesado dos protagonistas de novelas para investir em participações especiais em trabalhos como “Correio feminino” (2013), quadro dirigido por Luiz Fernando Carvalho para o “Fantástico”, em que atuou como narradora, e “Felizes para sempre?” (2015), dirigida por Fernando Meirelles. 
 — Eu fiz muita minissérie, uma atrás da outra nestes últimos anos. 
As crianças eram pequenas, não dava para fazer outra logística — justifica. 
 Agora, focada na teledramaturgia, Maria Fernanda poderá ser vista como a suntuosa Estelita Reinoso em “Dois irmãos”, minissérie inspirada no livro de Milton Hatoum e dirigida por Luiz Fernando Carvalho, com estreia no dia 9, na Globo. 
 — A personagem é excêntrica, quase felliniana, tem muitas influências europeias — descreve a atriz, que será casada com Abelardo, vivido por Emilio Orcciolo Neto, e tia de Livia (Barbara Evans).
 Após a exibição da minissérie, que foi gravada em 2015, a atriz começa a se dedicar a seu papel em “A força do querer”, trama das 21h de Gloria Perez, com estreia prevista para abril.
 Ela será Joyce, mulher que passará por um conflito na história por ser mãe de uma transsexual. 
 — A personagem é muito interessante.
 Estou preparada, morrendo de saudade das novelas. 
 Ainda no ano que vem, Maria Fernanda estreia na TV Cultura com “Terra 2”, programa que ela mesma concebeu.
 — Falo sobre as novas relações de afeto, de profissões, do mundo virtual que é quase real, a questão da manipulação genética.
 Criei um formato que saiu do padrão, com dramaturgia. 
Ou seja, as questões são discutidas e depois encenadas. 
No fim, eu e o Jorge Forbes, psicanalista, falamos sobre os temas.

FONTE/OGLOBO

Nenhum comentário:

Postar um comentário