sábado, 7 de janeiro de 2017

 Giovanna Antonelli: 
"Tenho a autoestima lá em cima"
 A atriz assume personalidade controladora, fala das polêmicas envolvendo seu nome e revela ser uma mãe leoa. "Capaz de matar por um filho"

 Por Tatiana Ferreira
Giovanna Antonelli chega “chegando”. 
Falante, sorridente e cheia de trejeitos, sua agitação é imediatamente entregue nos primeiros momentos da entrevista. 
“Sou hiperativa. Monitoro tudo o tempo inteiro.
 Quero saber tudo o que meus filhos estão fazendo (Pietro, 11 anos, e as gêmeas Antônia e Sofia, 6). 
Sou uma pessoa extremamente exigente e organizada.
 Com isso, me tornei controladora, o que não é uma qualidade, dependendo do ponto de vista”, assume ela enquanto checa o celular.
 Aos 40 anos, Giovanna não tem tempos nem para crise de idade. 
Sincera, fala como lida com as polêmicas envolvendo seu nome e garante não ter benefício algum em ser mulher de Leonardo Nogueira, 38, diretor artístico da novela das 6, Sol Nascente (Globo), da qual é protagonista. 
 Entrar para a casa dos 40 gerou alguma crise de idade?
 Não tenho tempo para ter crise. Adoraria ter uma, mas ainda estou sem tempo, não rolou. Estou há 20 anos trabalhando feito um jegue. E, além do mais, me amo! Sou completamente apaixonada por mim. Tenho a autoestima lá em cima! 

 Recentemente, você brigou com uma seguidora nas redes sociais que questionou sua beleza sem maquiagem. Este tipo de coisa a irrita?
 Ah, sempre dou uma boa resposta quando acordo de TPM. Na verdade, fico com muita peninha. Entendo que muitas pessoas que têm acesso à internet são bem limitadas na vida. Coitadas das que só conseguem enxergar o lado crítico das coisas. Imagino como é a vida delas. Às vezes, dá até vontade de abrir diálogo, mas como não dá para fazer uma psicologia ali, desisto. 

 Segura, ela não 
liga para críticas envolvendo 
seu nome Mas lida bem com críticas? 
 Ah, lido! Juro por Jesus, não estou nem aí. Zero. Crítica de pessoas construtivas são relevantes, mas, dependendo de onde venham, zero preocupação.
 Chegou onde queria estar aos 40?
 Na vida pessoal, não consigo nunca pensar no futuro, porque nunca sei o que vai acontecer. Mas de meta profissional, de 10 em 10 anos, faço traçados. Na última década cumpri todas elas. Vou igual a um trator cumprindo os objetivos, o que não der certo vai sendo eliminado. 

 Está há quase oito anos casada. Como faz para manter a paixão? 
 Amo estar casada e acho o máximo compartilhar a minha vida. Eu e o Leo trabalhamos muito e há algumas semanas que a gente não consegue se encontrar direito e isso é ótimo, porque não temos rotina. Então ficamos torcendo para ter um fim de semana junto, o que gera vontade de estar perto o tempo todo. 

 Sente-se beneficiada de alguma forma em ser “a mulher do diretor”? 
Para começar, o diretor que é meu marido, né (risos)? Sou mais velha que ele. Somos casados há muitos anos e sou atriz há mais de 20 anos, não tenho nem o que responder. 

 Foi especulado que você interferiu na escalação de uma atriz que seria sua melhor amiga na novela. É verdade?
 Imagine! Olhe para mim? Acha que eu seria capaz de uma coisa dessa?! É o que falo: ‘A vida do outro não me importa’. Não quero saber mesmo! Aos 40 anos, a estrela está em paz com o espelho

 Mudando de assunto... Como se avalia como mãe? 
 Sou mãe leoa, capaz de matar por um filho, mas sou da conversa. Nunca bati ou briguei. Tudo funciona na base do diálogo. Praticamente faço lavagem cerebral com as crianças, ensino tudo conversando. Temos uma relação de respeito. Se o mundo não estivesse como está, queria ter uns dez filhos, mas do jeito que está é desanimador. 

Ano terminando, qual o balanço que faz de 2016?
 O meu saldo acaba sempre sendo positivo dentro das piores circunstâncias, porque olho o melhor. É uma questão de perspectiva. Tento valorizar o que aprendi e evoluí. Faço isso em todos os aspectos da minha vida. 
 E quais são os seus planos para o ano novo?
 Preciso dar uma desacelerada. Estou emendando uma novela na outra há cinco anos. Em março, entro de férias e a única coisa que penso é em estar em casa, curtir meus filhos, viajar, malhar, pegar um sol, beber uma cerveja e assistir à Sessão da Tarde com ar condicionado. Não estarei no ar, mas terei minhas coisa para tocar. Acabei de lançar uma linha de esmaltes da Colorama, tem a minha empresa de depilação, GioLaser, vou lançar um suco no mercado e ainda tem meus licenciamentos... Casada com 
o diretor, ela garante não ter benefícios

FONTE/CONTIGO

Nenhum comentário:

Postar um comentário