sexta-feira, 27 de janeiro de 2017

 Bárbara Borges muda visual para voltar à TV 
Por Rafaela Santos
Bárbara Borges completou 38 anos nesta quinta-feira, 26. 
A atriz diz que não tem problemas com o envelhecimento: 
 - Só tenho que agradecer e celebrar minha saúde e o privilégio de voltar ao trabalho depois de duas gestações - diz a atriz, que estará em "Belaventura".
 - Claro que não sou mais uma menina de 20 anos, mas eu não sofro com isso. 
Na novela de Gustavo Reiz, ela interpretará Polentina, irmã do Fubaldo (Guga Coelho). 
Bárbara define sua personagem como uma mulher "livre e empoderada". 
Para o papel, ela tingiu os fios de vermelho com Leticia Santana:
 - Já fui ruiva na peça "A lista" (1999), de Oswaldo Montenegro. 
Foi minha primeira transformação. 
Depois disso, sempre gostei de mudar para cada trabalho. 
Às vezes, eu vejo álbuns de fotos com cabelos diferentes e lembro de determinadas épocas da minha vida.
 Bárbara ficou fora do ar para se dedicar aos filhos. 
Ela é mãe de Martin, de 2 anos e 7 meses, e de Theo, de 5 meses.
 - Foi tudo planejado para eu poder realizar o desejo de ser mãe. 
Mas tenho minha carreira e amo atuar. 
É um retorno diferente porque minha vida mudou. 
Ao mesmo tempo em que estou entusiasmada para voltar, dá um aperto no coração. 
 Recentemente, Bárbara foi diagnosticada com diástase do músculo reto abdominal, um afastamento dos músculos por causa da gravidez: 
 - Já tinha observado que estava com uma barriga. 
Meu umbigo também não voltou ao normal. 
Isso é corrigido com cirurgia ou fisioterapia, que é o que vou fazer. 
Tenho que usar uma cinta e não posso fazer abdominal. 
 A atriz fala ainda da pressão para se manter nos padrões de beleza depois da gestação: 
 - É uma cobrança muito cruel. Você tem que estar linda no pós-parto.
 No primeiro ano, a criança é muito dependente e a gente fica em segundo plano. 
Acho que cada mulher tem que respeitar suas limitações. 
Eu sou sempre a favor de não olhar para a história do outro e querer repetir. É ilusão.  
Bárbara Borges com os filhos

FONTE/OGLOBO

Nenhum comentário:

Postar um comentário