sábado, 28 de janeiro de 2017

 João Côrtes:
 "Sofri bullying por não me enturmar e ser diferente" 
 Saiba 8 coisas sobre o ator 
 Água de Salsicha foi um dos apelidos do ruivo João Côrtes, de 21 anos, na escola.
 Intérprete do Peppino, de Sol Nascente, sua primeira novela, ele ficou conhecido após protagonizar comercial de TV ao lado de artistas como Grazi Massafera. 

 1. O confundiam com o filho do Nando Reis 
“O Sebastião, filho do Nando Reis, estudava comigo. Ele não é ruivo como o pai. Quando o Nando aparecia no colégio diziam para mim: ‘Seu pai chegou!’” 
 2. Gostava de se fantasiar 
“Sempre gostei de colocar fantasia, cantar... Tinha necessidade de entreter os outros. Parava todas as festas em casa, empilhava as cadeiras e fazia apresentações. Com 3, 4 anos, meu pai começou a me colocar para fazer locução em comerciais.”

 3. Sofreu bullying 
“Por ser ruivo, recebia apelidos como Água de Salsicha, Cenoura, Fósforo... Mas ficava sempre na minha, sem problemas. Mas sofri bullying de verdade também. Não tinha necessariamente a ver com o cabelo, mas o com o fato de eu ser diferente, de não me enturmar.”

 4. Perdeu a virgindade aos 16 
“Meu personagem em Sol Nascente está tentando perder a virgindade. É um momento importante na vida de qualquer pessoa. Perdi a virgindade com uma namorada que tive, aos 16 anos. Foi muito bom, de maneira bastante natural. É bem melhor quando se trata de uma pessoa de que a gente gosta. Não teve essa coisa afoita do Peppino.”
 5. Tem o telefone da Grazi Massafera 
“Todos perguntam se consegui o telefone da Grazi (risos). Eu tenho, sim. Ficamos amigos durante as gravações do comercial (o personagem dele ficava ligando para vários números até conseguir ligar para ela). Ela é uma artista incrível, humilde e generosa.”

 6. Mora sozinho pela primeira vez 
“Sempre morei em São Paulo com meus pais e irmãos. E por causa da novela estou morando sozinho no Rio. É uma aventura. Passo por poucas e boas. Sempre compro mais comida do que realmente como. Aí estraga e me sinto culpado. Estou aprendendo a lidar com esse lado dono de casa...” 
 7. Canta na banda do pai
 “Em 2015, entrei na banda que meu pai criou com amigos, a Oito do Bem. Eu canto, meu pai (o músico Ed Côrtes) toca saxofone e faz os arranjos, junto com o Derico do Programa do Jô. Tocamos jazz, tem sido incrível. Estou gostando de ficar cada vez mais próximo desse meu lado músico. Aprendi a tocar bateria aos 9 ou 10 anos, depois que meu pai comprou uma para mim. Aos 13 ou 14, meu avô também me ensinou a tocar piano.” 8. Quis ser veterinário e cozinheiro “Amo animais. Sonho em ser veterinário. Um dia, talvez, eu consiga realizar. Também já quis ser cozinheiro, por causa do filme Ratatouille (2007). A história tem tudo a ver com comida. Meus dotes culinários, inclusive, estão ficando melhores agora. Faço um ceviche muito bom, um salmão bacana, uma massa...”

FONTE/QUEM

Nenhum comentário:

Postar um comentário