terça-feira, 31 de janeiro de 2017

 Thais Fersoza sobre dividir momentos de filha com fãs:
 "Não queremos criar um mito" 
 Atriz lançou seu canal na web para relembrar gestação de Melinda, fruto do casamento com Michel Teló .

Por Marina Bonini 
 A maternidade foi transformadora na vida de Thais Fersoza. 
A atriz, que deu à luz Melinda, sua primeira filha com Michel Teló, em agosto do ano passado, conta em entrevista à QUEM que desde o momento em que descobriu estar grávida sua típica ansiedade diminuiu, dando lugar para a tranquilidade e a plenitude. 
 "Desde que fiquei grávida da Melinda senti muita paz, plenitude e tranquilidade... 
Acho que talvez isso tenha acontecido pela responsabilidade de saber que eu estava gerando um ser humano dentro de mim. Sempre fui muito ansiosa.
 Hoje estou menos e vejo as coisas de maneira mais leve. Me sinto mais forte também! 
Foi muito bom sentir essa modificação em mim mesmo antes de ela nascer", diz ela, que resolveu lançar Nasce Uma Mãe para dividir os vídeos pessoais que tinha feito em sua gravidez. 
 "Percebi que as pessoas estavam curtindo muito as minhas dicas de maternidade, que na verdade são mais do que dicas porque falo da minha experiência pessoal. 
Falo do que vivi, das minhas descobertas e é um universo tão novo. É maravilhoso engravidar, mas também é um mundo completamente novo. 
Achei que seria bacana compartilhar essa vivência por meio de experiências minhas que eu gravava pensando em mostrar um dia para a Melinda. Tenho bastante registro!", conta. 
 Por que decidiu criar um canal? Vai ser só sobre a gestação? 
Além do carinho que as pessoas sentem pela nossa família, elas tinham muita curiosidade de saber como eu passei por essa experiência, se eu senti os mesmos medos, tive os mesmos problemas... Achei que seria bacana compartilhar essa vivência por meio de experiências minhas que eu gravava pensando em mostrar um dia para a Melinda. A príncipio vou mostrar a gestação e as fases que vivi quando estava grávida. Estou tendo um retorno muito bacana das pessoas que me dizem que também estão passando por aquilo. Depois penso se dou uma continuidade mostrando o agora. 

 - Qual foi o momento mais especial que viveu depois da maternidade? 
 São tantos momentos especiais. É tudo incrível e vai ficando cada vez melhor. Me lembro ainda da emoção de recebê-la no quarto da maternidade. Hoje em dia ela está sorrindo muito, conversando e tem aqueles dois dentinhos que nasceram. Quando ela está brincando, para, olha para mim e dá aquele sorrisão do tipo: "ela é minha mãe". É tão incrível! Vai ficando cada vez melhor. 

 Como mãe de primeira viagem, bateu aquela insegurança durante a gestação e os primeiros dias de Melinda? 
 Bate uma insegurança natural de pensar: "E agora? Está aqui no meu braço e é nossa!". Quando você sai da maternidade é responsabilidade sua e tudo fica por sua conta. Claro que dá medo do novo, mas a gente se preparou muito para ter a Melinda. Tanto que não em incomodei com o meu corpo ficar grande! Era isso que a gente queria no momento. Estava muito focada e firme nisso. Por mais que a gente tenha aquele insegurança de mãe de primeira viagem, eu estava ali por inteiro, disposta a passar perrengue e aprender. Isso foi muito bom! 

 O Michel também ajudou muito nisso? 
O Michel leu muitos livros e a gente tricou muitas ideias. Mas, ao mesmo tempo, a gente queria viver o nosso dia a dia com ela. Claro que fomos bem amparados pelos pais deles e os meus, que sempre deram boas dicas, além dos conselhos dos amigos, mas sempre tem descobertas ao longo do caminho que a gente fala: "caramba, então é assim!". Cada dia a gente aprende alguma coisa. 
E como o Michel tem participado da criação da Melinda? 
O Michel é muito presente e participativo. Como ele viaja bastante, sempre que está em casa fica ao máximo com a Melinda. Troca fralda e dá muito mais banho nela do que eu. Ele é supercoruja. A relação deles é linda. É tão bonitinho ver os dois juntos. Ela é a cara dele e parece uma xerocópia dele. Essa pequenininha tem um chamego com o papai! Ela dança com ele; ele canta pra ela...É muito gostoso ver a construção da relação deles. 

 Você é uma mãe muito preocupada? 
 Eu me revelei uma mãe muito tranquila. As pessoas ficam até impressionadas como sou calma. Não me desesperei ainda. Eu converso muito com ela e parece que ela realmente me entende. Sempre acreditei no diálogo desde que ela estava na minha barriga. Acho que isso influencia no jeitinho dela ser e na personalidade que ela demonstra ter. Não sou aquela mãe que fica em cima toda hora, quero que ela vá no colo das pessoas, não estranhe os outros... Ela é muito sorridente e isso tem a ver com a segurança que a gente passa pra ela sem sufocá-la. 

 Você disse que ela é bem falante. Já pronunciou alguma palavra? 
Ela falou uma frase já! "É o que?", ela perguntou para o Michel. A gente até fez um vídeo (risos). Na verdade ela disse bla, bla, bla, mas ficou muito parecido com "É o que?". Falar de verdade mesmo ela ainda não falou nada. Mas ela está bem faladeira e participativa. 

 A Melinda é muito querida nas redes sociais. Como vocês encaram esse interesse do público por ela? Existe algum limite do que postar ou não postar? 
 Fico muito feliz ao saber que o carinho que as pessoas têm por mim e pelo Michel também existe pela Melinda. Isso é muito gostoso. É aquela coisa: "quem agrada o seu filho te agrada mil vezes". Fico muito feliz com o carinho que as pessoas têm por ela e por quererem o bem dela. A gente não tem regra do que não pode postar e qual é o limite. Somos papais de primeira viagem, babões, felizes e realizados com a chegada da nossa primeira filha. Não é nada planejado. A gente posta o que nos deixa feliz de coração. A vontade é postar o dia inteiro cada gracinha e novidade dela. Claro que a gente não quer expor muito a Melinda porque ela é bem pequenininha, mas não queremos criar um mito também. Encaramos isso de forma nartural. Se não dermos esse peso, não vai ter esse peso. Somos dois pais babões pela filha. 

Já bateu a vontade de ter mais filhos? 
Bate uma vontade de ter mais filho sem dúvida nenhuma. A gente quer ter mais sim e na hora que tiver que ser vai ser.

FONTE/QUEM

Nenhum comentário:

Postar um comentário