terça-feira, 17 de janeiro de 2017

Susana Vieira declara: 
'Não estou solteira, só fica solteira quem quiser
Atriz diz que nunca vai por 'aquele botox maldito' e fala do monólogo que estreia em SP:
 'Passa o recado da mulher parar de ser aquela babaca'. 

 Por Thaís Sant'Anna 
 Susana Vieira atraiu uma multidão de repórteres, fotógrafos e fãs na estreia da peça “Uma Shirley qualquer” em São Paulo .
 No monólogo, ela interpreta uma mulher em busca de seu verdadeiro eu, que se sente sozinha, apesar de ser casada e ter filhos.
 A atriz acredita que o texto passa uma mensagem importante e, sem meias palavras, até confessa que já foi "babaca", mas que sabe que hoje sua felicidade depende dela mesma. 
“A peça passa um recado, além de divertir as pessoas, o que faz parte da arte.
 Passa o recado de modernidade, da mulher parar de ser aquela babaca que eu fui, todas nós vamos ter uma hora na vida que seremos babacas. 
Mas vai ter um dia que a gente vai se libertar, e não é financeiramente, é do coração e da cabeça. 
Quando perceber que a gente é que depende da gente e não do outro, a gente vai conseguir um pouco de tranquilidade”, declarou. 
Não coloco aquele botox maldito, olha a minha testa, minha boca é igual de quando fiz 'Anjo mau' (em 1976). 
Falem o que quiser, mas sou igualzinha só que muitos anos depois" 
 Namorando Susana, que não assume um namoro desde que terminou com Sandro Pedroso – ela chegou a ter um affair com um empresário de 35 anos no Carnaval de 2016, confessou que não está sozinha. 
Porém, ela não revela o nome do sortudo com quem está se relacionando. 
“Não estou solteira, ninguém fica solteira, só fica solteira quem quiser”, limitou-se a declarar. 
Apesar disso, ela deixa claro que sabe que é possível viver sem um homem ao lado. 
“Acho que a gente é feliz sem namorado, é feliz amando a gente. E aí também tem vários segmentos de amor, dos filhos, dos pais.
 E o amor corre paralelo, o amor ou os amores.
 A vida é feita pra ser vivida”, ensinou.
 Sem botox! Cheia de vitalidade aos 74, Susana contou seu segredo para ser um exemplo para tantas mulheres. 
“Inteligência, beber muita água, vontade de viver e curiosidade de fazer cada hora uma coisa differente”, enumerou ela, que está satisfeita com seu corpo e beleza: 
“Isso é Deus, não coloco aquele botox maldito, olha a minha testa, minha boca é igual de quando fiz 'Anjo mau' (ela fez a primeira versão da novela, em 1976). 
Falem o que quiser, mas sou igualzinha só que muitos anos depois, porque ainda tenho essa felicidade de criança."

FONTE/EGO

Nenhum comentário:

Postar um comentário