domingo, 19 de fevereiro de 2017

 Laryssa Ayres fala de 'Malhação', diz que nunca namorou e comenta assédio dos homens: 
'Ficam intimidados' 
Por Gabriela Antunes
Em "Malhação", Jéssica, personagem de Laryssa Ayres, atravessa um momento delicado em sua família, por causa da gravidez da irmã, Martinha (Malu Pizzatto). 
A atriz conta que está feliz por abordar um tema importante para os jovens: 
 - Jéssica está apoiando Martinha e já conseguiu ajudar a melhorar a relação dela com a mãe. 
Acho muito importante falarmos sobre gravidez, ainda mais na adolescência. 
É assim que acontece, os jovens não se cuidam.
 Criança não é brincadeira, muda a vida da família inteira. 
 Par de Sérgio Malheiros, o Belloto da trama, Laryssa conta que a torcida pelo casal é grande: 
 - Desde o início da temporada, a galera já começou a shippar. 
Eles têm uma relação de gato e rato e os fãs gostam do conflito. 
Apesar disso, eles sabem separar a ficção da realidade, não ficam querendo que a gente se torne um casal na vida real.
 Até porque a Sophia (Abrahão, namorada de Malheiros) é uma querida, todo mundo gosta dela.
 Há duas temporadas no elenco da novela, a atriz alcançou um milhão de seguidores no Instagram.
 Segundo ela, o assédio em geral aumentou, mas não o masculino: 
 - As pessoas me param na rua, nos shoppings e nos restaurantes para tirar foto. 
Na internet, recebo muitas mensagens e tento tirar um tempinho para retribuir. 
Agora, nas festas, quando os meninos me reconhecem, ficam olhando de longe, mas não vêm falar.
 Acho que ficam intimidados, achando que não vão conseguir nada.
 É bom por um lado, porque me divirto muito e não me estresso com alguém chegando 'torto', como acontece sempre com as mulheres. 
 Aos 19 anos, Laryssa nunca namorou e não se sente pressionada para isso: 
 - Só pretendo namorar com uma pessoa que de fato mude alguma coisa na minha vida, alguém de quem eu goste bastante. 
Nunca me senti pressionada para namorar, nem na adolescência. 
Mesmo sem ter namorado, sou muito consciente do que é um relacionamento e de suas dificuldades.

FONTE/OGLOBO

Nenhum comentário:

Postar um comentário