terça-feira, 14 de fevereiro de 2017

 Vladimir Brichta fala da carreira e se declara para Adriana Esteves 
Por Anna Luiza Santiago
No ar em "Rock story", Vladimir Brichta poderá ser visto também nos cinemas a partir de agosto, quando estreia "Bingo:
 o rei das manhãs", longa sobre a história de Arlindo Barreto, o palhaço Bozo.
 O ator posou para a revista "Trip" com um figurino inspirado no personagem:
 - Esse filme, por inúmeros motivos, é um marco para mim.
 Sempre tive muito pudor de dizer ‘eu sou palhaço’.
Mas é isso: eu sou um palhaço.
 Vladimir, que tem chamado a atenção pelo roqueiro Gui Santiago da trama das 19h, está de volta às novelas depois de dez anos afastado - o último folhetim havia sido "Belíssima", em 2006.
Em entrevista à publicação, o ator comentou o afastamento:
 - Eu estava muito descontente com o resultado do meu trabalho.
E obviamente isso tinha efeito na minha vida pessoal. 
 Vladimir voltou à emissora em 2008 para "Faça sua história".
Em 2010, foi a vez do seriado "Separação?!". 
Depois, ficou quatro anos dedicado ao papel cômico de Armane em "Tapas & beijos" (de 2011 a 2015).
Então, em "Justiça", exibida em 2016, surpreendeu o público com um tipo dramático e recebeu elogios: 
 - Claro que fico lisonjeado, mas quem acompanhou meu trabalho no teatro ou no cinema, em filmes menores, independentes, entende que transitar por um universo mais realista não é nenhuma novidade na minha carreira.
 Eu acho meu trabalho em 'Justiça' bom, mas não merecedor de tanto elogio.
 Não acho mesmo. Gosto e recebo, mas fui beneficiado pela surpresa desse público da TV, que não é obrigado a ver tudo que eu faço.
 Na série, ele chegou a contracenar com a mulher, Adriana Esteves, que interpretou Fátima. 
Os dois estão juntos desde 2004: - Cara, a gente se ama pra ca****o, se gosta, tem uma cumplicidade enorme.
Nos beneficiamos da maturidade que a gente já tinha. 
Maturidades existem inúmeras, né?
Mas com relação a casamento, por exemplo, é o meu terceiro e o dela também.
 Isso faz diferença. O ator diz ainda que mantém uma boa relação com o enteado, filho de Adriana com Marco Ricca, nascido em 2000:
 - É muito legal. O Vicente é meu filho e da Dri, de sangue. 
A Agnes é minha filha e da Dri, só não de sangue dela.
E o Felipe é filho da Dri e eu sou o padrasto dele. 
Ainda que eu tire onda de pai de vez em quando, o pai é o Marco, que é um excelente pai.
 Vladimir falou à revista também sobre a luta na Justiça pela guarda da filha. O ator ficou viúvo aos 23 anos: 
 - O advogado disse alguma coisa de jogada e eu falei assim:
 'Minha filha não é uma bola, isso aqui não é um jogo'. 
Foram três meses sem falar com ela, seis meses sem vê-la.

FONTE/OGLOBO

Nenhum comentário:

Postar um comentário