terça-feira, 4 de julho de 2017

 Aos 53 anos, Mauricio Mattar volta à TV em série 
Por Gabriela Antunes
Longe da TV desde 2013, quando participou da novela "Dona Xepa", da Record, Mauricio Mattar voltará ao ar num episódio da série de humor "TOCs de Dalila", do Multishow: 
 - Foi muito prazeroso. Gravar com amigos é sempre bom.
 Além disso, o texto torna o processo ainda mais divertido. 
Foram dois dias de gravação, das 18h às 4h, mas estávamos curtindo tanto que passou rapidinho. 
 Aos 53 anos, ele se dedica à carreira de cantor. 
Em 2015, lançou um DVD em comemoração aos 50 anos.
 - Já tenho mais de 60 apresentações agendadas em 2017 - conta. 
 Por causa da agenda cheia, o ator descarta voltar às novelas: 
 - Eu estou dedicado à música, então, não posso ficar preso oito meses a uma produção que exige que eu grave de segunda a segunda.
 Se tiver um convite que não atrapalhe, como o da série, acho ótimo. 
Meu caso é como o do Fábio Junior: a gente já tinha uma carreira de cantor antes de começar a atuar.
 Tenho dez discos lançados e uma história na MPB. 
 Mauricio conta que o público já não cobra tanto um retorno à TV: 
 - Hoje pedem menos. Quem realmente me acompanhou como ator curte meu trabalho musical e sabe o que eu estou fazendo atualmente.
 Galã de novelas nos anos 1990, ele diz não sofrer com o assédio feminino e comenta que a aproximação das fãs é diferente hoje em dia:
 - É uma questão de amadurecimento. 
As pessoas agora me abordam falando sobre o meu jeito de ser e elogiam meu trabalho e minhas postagens nas redes sociais. 
 Por conta dos compromissos profissionais, o ator voltou a morar no Rio. 
Com isso, ficou mais perto dos filhos Luã, de 30 anos, e Petra, de 23. 
Ele ainda é pai de Rayra, de 27, que mora nos Estados Unidos.
 - É ótimo estar mais perto porque, mesmo com a agenda cheia, é mais fácil vê-los quando sobra um tempinho. 
Dá para encontrar com eles, tomar um suco e fazer um lanche. 
Nós somos muito ligados. Sempre fui muito próximo dos três.

FONTE/OGLOBO

Nenhum comentário:

Postar um comentário