terça-feira, 4 de julho de 2017

 Felipe Simas fala de 'Os dias eram assim' e dos filhos
Por Rafaela Santos
 Felipe Simas, o Caíque de "Os dias eram assim", está curioso para saber como vai se desenrolar a história do personagem quando Nanda (Julia Dalavia), sua namorada na trama, descobrir que é portadora do vírus HIV:  - Ainda não tenho detalhes. Mas acho muito importante falar sobre o assunto.
 O ator diz que o romance faz bem para ambos: 
 - Eles têm relações conturbadas com as mães.
 Então, um apoia o outro nos momentos tristes. 
 Interpretando um jovem apaixonado por surfe e pranchas, Felipe passou por um longo processo para entender como as pessoas viam o esporte em 1984, época na qual a supersérie é ambientada. 
 - Encontrei com o Rico de Souza, conversamos e trocamos ideias sobre o assunto. 
Eu sempre tive vontade de aprender a surfar, mas, quando ia à praia, ficava só no futevôlei.
 Nunca tinha subido numa prancha. 
Agora já consigo ficar em pé - diz ele, que também precisou alongar e clarear os fios.
 - O processo durou sete horas. Doeu um pouco para dormir por causa do aplique, mas me acostumei rápido.
 Apesar de os meus antigos personagens serem bem diferentes, a minha aparência era quase sempre a mesma. 
Gostei de mudar. Pai de Maria, de 4 meses, e de Joaquim, de 3 anos, frutos do casamento com Mariana Uhlmann, ela fala sobre os cuidados com as crianças. 
 - Quando estamos juntos, tento não ficar no celular.
 O tempo passa muito rápido - conta ele, que é considerado um "paizão".
 - Na minha família, sempre disseram que, entre os meus irmãos (os atores Rodrigo Simas e Bruno Gissoni), eu teria filhos primeiro, por ser mais sossegado e caseiro. 
Sempre gostei de crianças. Minha paixão é ficar perto delas.

FONTE/OGLOBO

Nenhum comentário:

Postar um comentário